Embora possam se tornar agressivos com outros cães ou humanos, com treinamento e socialização adequados, podem se tornar ótimos cães de família que brincam e interagem com outras raças com segurança.

Pitbulls são uma das raças mais adoradas do Brasil. Mas eles também são propensos a muitas condições de saúde. Você precisará, portanto, cuidar adequadamente desses cães de tamanho médio.

Mas cuidar deles é muito fácil se você conhecer as doenças e sintomas comuns a serem observados. Abaixo você encontrará 10 problemas de saúde comuns em Pit bulls.

1. Problemas de Pele do Pit Bull

Infelizmente, os pit bulls são naturalmente propensos a vários distúrbios de pele, desde alergias a coceira, tumores e até câncer de pele. Você deve preparar seu Pit bull regularmente e limpar suas orelhas como forma de prevenir alergias de pele. Devido ao seu cabelo curto, eles são propensos a queimaduras solares, e é por isso que você deve fornecer sombra.

Além disso, se o seu quintal estiver infestado de mosquitos e insetos, considere comprar um repelente de insetos seguro para o seu cão. Se a coceira persistir, seu Pit bull pode se coçar até que os cortes se desenvolvam, fazendo com que o problema piore.

O câncer de pele é a pior doença que seu pit bull pode enfrentar, portanto, consulte um veterinário imediatamente se notar alguma anormalidade na pele.

2. Complicações do Joelho

Pit bulls são propensos a problemas no joelho. Pit bulls são cães ativos e gostam de brincar com brinquedos e se divertir apenas correndo. O alto nível de atividade combinado com a construção poderosa do pit bull os torna propensos a lesões nas pernas traseiras, rupturas nos ligamentos e problemas no joelho. Devido a esses movimentos, o ligamento cruzado cranial do seu cão, assim como o LCA em humanos, pode ser afetado. O ligamento cruzado cranial é um tecido fino no joelho de um pit bull que conecta o osso da coxa à tíbia. Como os pit bulls estão sempre em movimento, o CCL carrega uma carga pesada. A maioria das lágrimas parciais correm um alto risco de se tornarem lágrimas completas para a natureza ativa da raça pit bull.

Problemas de joelho em Staffordshire Terriers

Cadeira de rodas de cachorro para pit bull com acl rasgado

Os problemas do CCL geralmente começam como uma ruptura parcial com sinais como dor ou claudicação leve. No entanto, se o seu cão continuar com a atividade física, a condição pode piorar.

Normalmente, a cirurgia é feita para corrigir o tecido conjuntivo rasgado. Se não for tratado a tempo, pode levar a outros problemas de saúde e problemas de mobilidade mais tarde, à medida que seu Pit bull envelhece.

Mais de 60 por cento dos cães com CCL rasgado são propensos a prejudicar o outro joelho. Como um joelho está fraco, a outra perna está sobrecarregada. Você pode usar o apoio para as pernas para mitigar o efeito do desequilíbrio.

3. Displasia da anca

A displasia da anca é um problema comum entre os pit bulls . Os pit bulls são propensos a problemas nas patas traseiras e essas condições de saúde das patas traseiras podem retardar os pit bulls e uma condição hereditária comum para Staffordshire Terriers é a displasia da anca. Nesta condição, o quadril é formado de forma inadequada, levando a artrite e dor constante.

Sintomas e tratamento da displasia da anca do pit bull

cinta de displasia da anca do cão

Cães com displasia da anca terão dificuldade em subir escadas, correr e apresentar claudicação nas patas traseiras. A cirurgia do quadril não é incomum para a displasia do quadril, mas você também pode gerenciar a condição com uma abordagem não invasiva. Terapia de reabilitação canina, acupuntura, terapia quiroprática e hidroterapia podem ajudar um pit bull a lidar com artrite e displasia do quadril. Você pode apoiar os quadris do seu cão com um cinta de quadril . Apoiar o quadril durante o exercício pode aliviar a dor no quadril e promover atividade e facilidade de movimento durante o exercício.

Os pit bulls são geneticamente predispostos a problemas no quadril e nas patas traseiras. Os primeiros sinais de dor no quadril em pit bulls incluem: uma marcha saltitante, claudicação nas patas traseiras e claudicação.

4. Alergias

Em comparação com outras raças de cães, os pit bulls são mais propensos a alergias. Os problemas de alergia a pit bulls tendem a ser alergias de pele que podem causar manchas secas e com coceira na pele, pontos quentes e perda de cabelo. Como raça, os pit bulls são mais afetados por pólen, grama, carrapatos ou moscas do que outros cães. Eles também são afetados por alergias alimentares, principalmente componentes de grãos ou trigo.

Um pit bull com alergia vai arranhar, lamber, babar e derramar anormalmente. O coçar pode causar feridas e sangramento. Você deve tratar seu cão imediatamente para evitar infecções de pele.

5. Doença da Tireóide

A doença da tireóide é outro problema comum para pit bulls, especificamente, pit bulls estão em alto risco de hipotireoidismo. Seu pit bull vai ganhar peso excessivo e desenvolver problemas de pele quando as glândulas tireoides não estão produzindo hormônios tireoidianos adequados.

 Além dos sinais físicos, a doença da tireoide pode causar agressão por medo e outras alterações comportamentais.

Seu veterinário irá realizar exames de sangue para diagnosticar doenças da tireóide. Seu pit bull pode exigir doses vitalícias de tiroxina para combater a doença.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco! Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é das 8h às 20h de seg. a sex. e das 9h às 14h aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

6. Dilatação Gástrica – Volvulus

Enquanto muitos donos de pit bulls descartam essa doença como mero inchaço, ela pode ser fatal em poucas horas. Pitbulls com essa condição terão excesso de gases em suas barrigas depois de comerem. Alimentos fermentados e “comer ar” podem piorar essa condição.

Se o seu cão apresentar sinais como barriga dilatada e ansiedade, leve-o ao veterinário imediatamente. O médico encontrará maneiras de descomprimir o ar.

7. Ictiose

Grande cadeira de rodas de pit bull com deficiência

Pit bulls são propensos ao transtorno de ictiose. A ictiose é uma condição que ocorre no nascimento que pode se tornar dolorosa se não for tratada. Às vezes, você pode notar o espessamento da camada externa da pele do seu pit bull e também das patas. Isso pode indicar que seu cão tem ictiose. Seu pit bull pode herdar esse problema de seus pais e é algo mais comum em raças terrier.

É um problema de pele estranho que mostra sinais semelhantes a escamas de peixe ou caspa humana. Se não for tratada, as escamas piorarão à medida que o cão envelhece.

8. Catarata

Você deve sempre ter os olhos do seu pit bull verificados. O Staffordshire Terrier é mais propenso a desenvolver catarata do que outras raças. Esta condição pode ser herdada ou desenvolvida. Outras condições de saúde, como hipocalcemia, diabetes e uveíte, podem levar ao desenvolvimento de catarata. Se descobertos antes, os medicamentos farmacêuticos podem ajudar a aliviar a catarata; caso contrário, a cirurgia será necessária para remover o excesso de acúmulo de proteína. Filhotes de pit bull jovens também são propensos a catarata juvenil. A catarata juvenil se desenvolve em uma idade muito mais jovem, geralmente antes dos 6 anos de idade.

Outros problemas oculares que afetam a raça pit bull incluem úlceras de córnea que podem deixar o olho inflamado e infectado.

9. Ataxia Cerebelar

A ataxia cerebelar é uma condição hereditária caracterizada por má coordenação muscular e desequilíbrio. Com sinais muitas vezes aparecendo à medida que o cão envelhece. A ataxia cerebelar é uma condição genética que afeta 1 em 400 pit bulls. Pit bulls com essa condição exibirão sinais como tremores, movimentos descoordenados, marcha vacilante e, em casos graves, incapacidade de se mover. Cães com essa condição podem precisar do suporte adicional de uma cadeira de rodas para manter o equilíbrio e ajudar a melhorar a mobilidade.

10. Doença cardíaca

A doença cardíaca é uma condição comumente herdada que afeta a raça pit bull. A doença cardíaca mais comum que afeta a raça é a estenose aórtica. Esta doença raramente apresenta sintomas e, portanto, você deve verificar seu cão regularmente para que a condição possa ser detectada mais cedo.