Assim como os humanos, os cães também produzem remelas nos olhos quando estão dormindo. Porém, em alguns casos, as remelas podem indicar que existe algo de errado com a saúde do animal.

Confira a seguir algumas vezes em que a remela no olho do seu cachorro pode indicar alguma doença mais séria e merece uma investigação.

A oftalmologia veterinária, uma das especialidades veterinárias oferecidas pela clínica Uau Uau Que Mia, em Santo André, trata justamente da saúde dos olhos de cachorros e gatos. Neste artigo vamos abordar algumas causas possíveis desta remela nos olhos de nossos pets.

Doenças que geram muita remela nos olhos dos cachorros

Conjuntivite canina

Os cães também podem ter conjuntivite, doença causada por vírus e bactérias e que causa irritação e vermelhidão nos olhos e a produção de grande quantidade de remela. Se você perceber esses sintomas é essencial levar o animal ao veterinário para que ele receba o tratamento correto, pois a falta de cuidados pode causar até cegueira.

Você deve ficar atento se o cachorro com olho vermelho apresenta também outros sintomas de dor ou mau estar.

Tratamento e Prevenção da otite em cachorros

Nunca se deve medicar o cachorro sem a orientação de um veterinário, inclusive quando o problema é a conjuntivite canina. Somente o profissional poderá indicar os remédios adequados para cada caso. A recomendação para o tratamento pode incluir colírios ou pomadas, com antibióticos e anti-inflamatórios.

Em alguns casos, principalmente se houver a comprovação de outras doenças, o uso de medicamentos sistêmicos pode ser indicado. Outra parte importante parte do tratamento é a limpeza da região com algodão e soro fisiológico, por exemplo.

Alergias oculares

Algumas alergias em cachorros podem causar grande irritação nos olhos e levar a um aumento da produção de remela. As alergias podem ser alimentares, devido a picada de insetos (abelhas, mosquitos, pulgas, formigas), inalação de alérgenos (como pólen) ou por alergia a produtos tóxicos. Pode afetar apenas um olho ou os dois.

Glaucoma em cachorro

O excesso de remela também pode ser sinal de uma doença grave chamada glaucoma, que acontece quando os fluidos do olho não circulam ou não são drenados corretamente, ficando então acumulados e causando pressão dentro do globo ocular. O glaucoma, que pode causar cegueira, é mais encontrado em raças como Poodle, Chow Chow e Cocker Spaniel.

O Glaucoma tem também a vermelhidão e a coceira como outros sintomas, além disso, cães com a doença passam a piscar os olhos mais vezes. O problema pode ser hereditário ou causado por batidas e até pro um câncer.

Síndrome dos olhos secos

A falta de lubrificação dos olhos causa uma doença chama ceratoconjuntivite sicca, também conhecida como síndrome do olho seco, e tem como sintomas a remela e piscadas em excesso e inflamação dos olhos. A doença pode aparecer depois de uma batida ou de uma infecção na glândula responsável pela produção de lágrimas.

Kethye Priscila Ortêncio, veterinária em Santo André

Especialista em Oftalmologia Veterinária

Veterinária Kethye Priscila Ortencio (CRMV 25832)

A nossa veterinária especialista em Oftalmologia Veterinária é formada pela UNESP, teom Mestrado em Cirurgia Veterinária com ênfase em Oftalmologia. Kethye pode ajudar a saúde do seu pet. Entre em contato.

É importante lembrar que em todos os casos é essencial que o cachorro receba o tratamento correto o mais rápido possível, pois a maioria desses problemas de saúde pode causar cegueira nos animais.

Tratamentos

Durante a consulta, o médico veterinário vai realizar um exame oftalmológico completo que pode incluir testes como:

  • Análises sanguíneas e à urina
  • Citologia de pele para verificar presença de microrganismos
  • Teste de fluoresceína para lesões da córnea
  • Teste de Schirmer para medir a produção de lágrima
  • Teste da pressão intraocular para descartar glaucoma
  • Teste do fundo do olho e o teste à visão

O tratamento vai depender da causa subjacente, contudo o tratamento comum em todas as doenças é a aplicação tópica de colírios (gotas para os olhos) para recuperar a integridade do olho. Pode ser necessário utilizar o colar isabelino durante os primeiros dias de tratamento para evitar que o cachorro coce e arranhe os olhos.