Quando nosso cãozinho adoece, parece que nós adoecemos junto. Damos todo o cuidado e carinho necessários para vê-lo melhorar o quanto antes. Mas, em alguns casos, você não precisa esperar o animal ficar doente para cuidar. Para muitas doenças, existe a prevenção. É o caso da dirofilariose canina, conhecida popularmente como “verme do coração”.

Considerada uma zoonose, ou seja, uma doença que se manifesta principalmente em animais, mas que também pode atingir os humanos, a dirofilariose afeta sobretudo os cães, sejam eles domésticos ou silvestres.

Sua incidência costumava ser nas regiões litorâneas, mas hoje a doença está generalizada, já atingindo em igual proporção outras áreas. Isso nos traz um alerta: como prevenir a dirofilariose canina? Nesse artigo vamos responder a essa questão, além de explicar a causa e o tratamento dessa doença que afeta diretamente o coração do nosso bichinho.

Tratamento do verme de coração em São Paulo

Em São Paulo uma das mais capacitadas clínicas veterinárias é a Uau Uau Que Mia, localizada no ABC Paulista.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

O que é a dirofilariose canina?

A dirofilariose ou “verme do coração” é uma doença causada pelo verme parasitário Dirofilaria immitis. Transmitida por mosquitos como o Aedes Aegypti, o verme se aloja no coração dos animais. Seus hospedeiros preferidos são os cachorros, mas, em casos muito raros, pode atacar gatos e até mesmo humanos.

Por se alojar em um dos órgãos mais importantes do corpo, em uma região conectada com pulmões e vasos sanguíneos, a dirofilariose é grave e pode levar à morte. Sua ação provoca problemas cardíacos e se espalha pelo organismo. Como resultado, aparecem outras doenças nos pulmões e em outros órgãos.

Verme do coração em cachorros e gatos - contaminação, diagnóstico e tratamento 1

Quais são os sintomas da dirofilariose canina?

Os sintomas da dirofilairose só aparecem em cerca de 7 a 9 meses depois do cão ser picado pelo mosquito e é exatamente essa demora que torna a infecção ainda mais perigosa. 

É por isso que a dirofilariose demora para apresentar os primeiros sintomas. Somente após cerca de 7 a 9 meses depois da picada de um mosquito que carregue microfilárias (o verme ainda em forma de larva), é possível constatar o parasita, e isso pode atrasar o diagnóstico e o início do tratamento.

As larvas se instalam no coração do animal e ficam lá por cerca de 6 meses até alcançarem a fase madura. A doença é assintomática, podendo ocorrer apenas tosse ocasional, até o momento em que essas larvas se tornam adultas e começam a se reproduzir.

Conforme a doença progride, no entanto, estes são os sintomas de verme em cachorro mais comuns:

  • Tosse crônica
  • Intolerância ao exercício
  • Fraqueza
  • Taquipneia (respiração acelerada)
  • Dispneia (respiração rápida e curta)
  • Perda de peso
  • Mucosas (gengivas e interior das pálpebras) pálidas
  • Urina escura

Como é uma doença que afeta o animal mecanicamente, ou seja, impede que o sangue circule por conta dos vermes, quanto maior a infestação e maiores as larvas, mais preocupante é. Uma vez alojado no cachorro, o verme causador da doença pode atingir mais de 30cm de comprimento e viver por até 7 anos. Já pensou?

Nesse tempo, além de favorável à propagação para outros animais, a dirofilariose maltrata o cachorro, provocando complicações em sua saúde.

Como diagnosticar e tratar a dirofilariose canina?

Quanto mais rápido for descoberta a doença, mais fácil é o tratamento e melhores são as chances de cura. Sim, a boa notícia é que há cura! Mas é preciso um diagnóstico clínico, ou seja, se você notar qualquer um dos sintomas, procure um médico veterinário para que sejam realizados todos os exames necessários.

O tratamento vai depender da gravidade da doença e da condição do animal. Geralmente é feito com medicações que matam as larvas e os vermes adultos, no entanto, em casos mais extremos, quando a Veia Cava é bloqueada, existe a necessidade de realizar uma cirurgia para retirar todos os vermes e liberar a circulação sanguínea do animal rapidamente.

dirofilariosa canina é uma doença bastante complexa que pode causar a morte do animal. O seu tratamento pode durar até 10 meses. Por isso, lembre-se: para ter sucesso na recuperação, é preciso seguir atentamente todas recomendações de seu veterinário.

Durante a fase inicial da dirofilariose, é possível que os resultados sejam falsos negativos. Por isso é tão necessário a prevenção, e é sobre isso que vamos falar a seguir.

Como prevenir a dirofilariose?

Já diz o ditado: é melhor prevenir do que remediar. Com o “verme do coração” isso não é diferente, especialmente se você mora em áreas de risco, como as regiões litorâneas, lugares onde faz muito calor ou com alta incidência de mosquitos. O primeiro passo é realizar exames específicos para descobrir se seu cão está na fase inicial da doença. Se for esse o caso, siga com o tratamento indicado pelo veterinário.

Caso o resultado seja negativo (ufa!), o melhor é evitar que o seu cãozinho seja picado por um mosquito infectado. Para isso, já existem diversos produtos que são seguros e evitam a contaminação dos peludos, são eles: coleira à base de deltametrina, repelentes para a casa, entre outros.

Medicação para verme do coração

Entretanto, a opção mais eficaz é a aplicação de uma medicação que previne a dirofilariose canina por até um ano. A imunização pode ser feita em cães com mais de 6 meses de idade e é aplicada juntamente com as vacinas que compõem o programa de prevenção do animal. Vacinar seu cãozinho é muito importante e ajuda a prevenir doenças, inclusive a dirofilariose! 

Geralmente, os remédios contra a dirofilariose são comprimidos ou líquidos (para administração com seringa). Tais medicamentos devem ser fornecidos aos cães mensalmente, a partir dos seus 60 dias de vida, principalmente em áreas endêmicas (geralmente o litoral). Vale citar, que os medicamentos tem efeito de somente um mês, portanto a administração do medicamento não pode cessar.

Pets que não puderam ter acesso à imunização e estão contaminados também podem ser tratados, porém esse tratamento pode acarretar uma série de efeitos secundários à saúde do pet.

Quando os vermes presentes no coração já são adultos, a eficiência de qualquer tratamento medicamentoso reduz drasticamente, sendo inclusive, necessária uma intervenção cirúrgica muito arriscada para tentar salvar a vida do animal.

Verme do coração mata

A mortalidade em animais não tratados é grande. Assim, o controle preventivo faz-se essencial, a eliminação de mosquitos vetores da região e a administração de anti-helmínticos devem ações constantes, visto que a dirofilariose é uma zoonose.