Perder pelos é apenas uma daquelas coisas que fazem parte da vida de um gato ou cachorro. Mas quanto é normal a perda de pelos e quando a perda excessiva significa um problema veterinário?

O que é uma perda de pelos normal?

Embora seja esperado que seu cão ou gato deixe seus pelos pela casa (pense nisso como seu “cartão de visita”), o que é considerado uma quantidade normal de perda? 

A resposta é: depende. 

Raças de cães e gatos de pelo comprido podem lançar mais do que raças de pelo curto. Além disso, seu animal de estimação pode soltar mais nas estações mais quentes do que durante o tempo mais frio.

O ciclo natural de crescimento de novos pelos é sempre acompanhado pelo descarte de pelos mais velhos. A perda de pelo do seu animal de estimação pode parecer excessivo.

Se a queda de pelo acontecer de forma simétrica, ou seja, sem perder mais em uma área que em outra, isso é natural. É um estágio na substituição natural do pelo.

Quando a perda de pelo é sinal de alerta?

  • Quando a perda de pelo é excessiva.
  • Quando começam a se formar manchas, áreas “carecas” na pelo do cachorro ou gato.
  • Quando a perda não é simétrica, ou seja, algumas áreas perdem muito mais que outras.
  • Quando o pelo do animal muda de aspecto e fica ralo.
Kethye Priscila Ortêncio, veterinária em Santo André

Veterinária em Santo André

Contamos com diversos médicos veterinários especialistas em cães e gatos para ajudar a saúde do seu animal de estimação. Se você tem dúvidas sobre a queda de pelos, alergias de pele ou parasitas, entre em contato conosco para consulta com nossa equipe.

Causas da perda problemática de pelos de animais

A perda anormal de pelos de animais de estimação pode ser devida a uma ampla gama de preocupações – de fácil resolução, como pulgas, a problemas mais sérios, como doenças renais. Algumas das muitas causas de perda problemática de pelos de animais incluem:

  • Alergias – a alimentos, medicamentos, alérgenos ambientais ou pulgas
  • Parasitas – pulgas, piolhos ou ácaros
  • Sarna (sarna canina) – também devido a ácaros
  • Infecções fúngicas ou bacterianas – podem ser simples ou complexas
  • Doenças endócrinas – doença renal, hepática, de tireoide ou adrenal (incluindo Síndrome de Cushing) – Ver Endocrinologia para cães e gatos
  • Período de Gravidez ou lactação – não é uma doença, mas exige atenção
  • Câncer e tumores – tanto em gatos quanto em cachorros – Ver Tratamento de câncer em pets
  • Problemas de pele em pets – Condições da pele como eczema, caspa ou queimaduras solares
  • Distúrbios nervosos – trauma auto-induzido devido a lamber
  • Genética – algumas raças de cães são mais propensas geneticamente à calvície, incluindo Chihuahuas, Doberman Pinschers, Galgos italianos, Whippets e Dachshunds

Quando a perda de cabelo do animal de estimação é um problema de saúde

Se você sentir que seu cão ou gato está perdendo mais do que uma quantidade normal, sua primeira ação deve ser agendar uma consulta com o seu veterinário. Ele pode ajudar a determinar se a perda de pelo do seu animal de estimação faz parte do processo normal de queda ou é um sintoma de algum um problema, como estresse, má nutrição ou outro problema veterinário. 

O veterinário observa o padrão e a distribuição da perda de pelo em seu animal de estimação. I investiga se os pelos estão sendo removidos do folículo piloso ou estão quebrados. Ele também procura sinais de infecções secundárias da pele ou parasitas e poderão realizar raspagens na pele para enviar ao laboratório para exames

Seu veterinário pode fazer recomendações sobre se seu animal de estimação precisa de tratamento médico ou talvez apenas uma melhor escova para remover o excesso de pelos.

Dicas para lidar com a queda de pelo em pets

Seu pet está perdendo pelo? Saiba até que ponto isto é normal 9

Se o seu cão ou gato não tem perda de pelos clinicamente problemática – mas ainda é problema para você – há algumas coisas que você pode fazer para lidar com a quantidade de pelos de animais em todos os lugares da sua casa (e do seu carro e suas roupas…) Aqui estão algumas dicas para reduzir a quantidade de pelos em sua casa:

  • Penteie seu amigo peludo.  Seu veterinário ou profissional de saúde animal deve poder recomendar o melhor tipo de pente ou escova para o tipo de pelagem do seu cão ou gato.
  • Faça banho e tosa regularmente.  Se é difícil para você dar banho regularmente em seu animal de estimação, é obrigatório levá-lo para o trabalho de um profissional de cães ou gatos regularmente! Quando o cabeleireiro os shampoos, muitos cabelos soltos caem naturalmente (na pia do aparador e não no seu sofá), e a escovação / pentear subsequente também capturam uma grande quantidade de fios soltos.
  • Varra e aspire sua casa.  Não deixe bolas de pelo começarem a se acumular em sua casa. Crie uma programação para limpar o pelo de pisos e móveis (diariamente / semanalmente / mensalmente), E a perda de pelagem do seu animal de estimação não parecerá tão excessiva.
  • Conheça o pelo do seu pet. Você terá uma boa ideia do tamanho do problema da perda de pelos se observar como era e como está a perdendo pelos agora. Isso permite ter uma ideia melhor se a queda diminuiu ou aumentou.
  • Invista em um bom rolo de remoção de pelos.  Como qualquer fashionista que se preze que tenha com um animal de estimação pode lhe dizer: um rolo de captura pelos é seu melhor amigo! Eles são baratos e ajudam a manter o animal sem pelos. Mantenha um em sua bolsa, no carro, no trabalho, etc., e sempre que notar pelos sobressalentes em seu traje, você pode removê-los rapidamente com alguns toques rápidos.

Você nunca será capaz de impedir um animal de estimação saudável de eventualmente uma quantidade normal de queda de pelas, mas essas táticas de redução de pêlos devem ser preferíveis ao seu animal de estimação com um motivo médico para perder o cabelo. Certifique-se de ficar atento a sinais de perda de cabelo anormal e, é claro, continue levando seu cão / gato para exames regulares de bem-estar .