Conheça um pouco sobre as doenças endócrinas e seus sintomas. A Endocrinologia Veterinária em Santo André é uma especialidade de grande importância. Para ter uma dimensão do quanto essa especialidade se faz necessária aos pets, listamos as principais doenças metabólicas e endocrinológicas que podem acometer os animais de pequeno porte:

Diabetes Mellitus

Ocorre na deficiência parcial ou absoluta de insulina (produzida pelo pâncreas), levando ao aumento da concentração de açúcar no sangue. O cão ou gato apresenta aumento da sede e da frequência e do volume urinário; ocorre aumento do apetite com ou sem redução de peso.

Aqui é importante ressaltar que gatos quando diagnosticados no início da doença podem ser curados e deixarem de ser diabéticos, não sendo o mesmo valido para cães, que geralmente necessitam de doses diárias de insulina.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

Hipertireoidismo em gatos e cachorros

Os cães também podem apresentar, no entanto é mais comum em gatos idosos. O pet apresenta sintomas próximos aos da Diabetes mellitus com aumento de apetite e emagrecimento, aumento da sede e da frequência e volume urinário.

No hipertireoidismo há aumento da produção dos hormônios da tireoide. Alguns gatos podem se mostrar agressivos quando apresentam hipertireoidismos, o que é resolvido com o tratamento. Os tratamentos atuais envolvem uso de medicamentos, cirurgia ou radioterapia.

Principais doenças endócrinas e seus sintomas em cães e gatos 1

Hipotireoidismo em cachorros e gatos

Há deficiência na produção dos hormônios tireoidianos, sendo basicamente o contrário do que ocorre no hipertireoidismo. O animal fica letárgico, ficando preguiçoso ou sonolento, ocorre apatia, ganho de peso, queda de pelos e infecção cutânea. O tratamento consiste em reposição hormonal.

Saiba tudo sobre o hipotireoidismo canino neste artigo que aborda a doença em detalhes, sintomas, tratamento, dieta e cuidados.

Hiperadrenocorticismo

Produção excessiva dos hormônios adrenais. É também conhecido como Síndrome de Cushing em cães (atinge gatos com menos frequência), sendo uma das endocrinopatias mais frequentes em cachorros idosos. A doença ocorre devido à presença de tumores (benignos) na hipófise ou na adrenal (benigno ou maligno) e o hormônio mais envolvido é o cortisol.

Seu diagnostico envolve uma série de exames e testes funcionais. Entre os sintomas está: sede em excesso, maior frequência urinária,infecções cutâneas, abdômen distendido e fome excessiva.

Hipoadrenocorticismo

Principais doenças endócrinas e seus sintomas em cães e gatos 2

Deficiência dos hormônios produzidos pelas adrenais.É mais frequentes em cães do que em gatos (apesar de ocorrer raramente em ambos) e conhecida como Doença de Addison. Seu diagnostico costuma ser complicado, uma vez que as manifestações clínicas são bastante inespecíficas e variáveis com o grau da doença.

O hipoadrenocorticismo ocorre devido à destruição imunomediada do córtex da adrenal e seu tratamento consiste em reposição de glicocorticóides e mineralocorticóides.

Obesidade em cães e gatos

A obesidade é a principal doença metabólica tratada pelo Endocrinologista Veterinário. Nesses casos, o cão ou gato apresenta maior ingestão de calorias do que o consumo das mesmas, causando alteração no balanço energético do animal, porém, algumas doenças endócrinas também podem ser responsáveis pela mesma.

A obesidade reduz a qualidade e expectativa de vida dos pets, levando o animal a apresentar problema de mobilidade, cansaço, alterações cutâneas, roncos, entre outros, levando também a um predisposição de desenvolver Diabetes mellitus.

Hiperlipidemia

É o aumento do nível de colesterol e/ou triglicerídeos no sangue. O pet com esse problema pode apresentar dores abdominais, diarreia, vomito, problemas oculares e convulsões. As hiperlipidemias são menos comuns em animais de estimação, mas reconhecidas na medicina veterinária. Algumas raças de cães parecem apresentar predisposição, como é o caso da raça Schnauzer miniatura e do pastor de Shetland.

Sintomas das doenças endócrinas em animais

As doenças relacionadas à Endocrinologia Veterinária podem causar aumento na secreção de determinado hormônio ou então a deficiência hormonal. É fácil perceber que as doenças endócrinas em cães e gatos são basicamente as mesmas que atingem os seres humanos e também levam a redução da qualidade e expectativa de vidas, sendo importante o processo de preveni-las, tratá-las e acompanhá-las. Estas doenças estão muito relacionadas ao envelhecimento dos pets, exigindo maior atenção por parte do proprietário nesse período de vida dos animais de estimação – a indicação é atenção especial após os 6 anos de idade.


Lembre-se que essas não são as únicas endocrinopatias capazes de acometerem os animais de pequeno porte e sim as mais frequentes, mas outras menos comuns também podem ocorrer. É o caso das dermatoses endócrinas, por exemplo, como a Alopecia X que podem ser mais comuns em determinados tipos de raças.