Diante das notícias que chegam à nós da manhã à noite, todos estamos muito apreensivos sobre o novo coronavírus que gera a doença Covid-19. Conversando com tutores em nossa clínica veterinária, são comuns as dúvidas sobre a saúde de seus pets e se eles podem ser vetores da doença.

Mas você pode ficar tranquilo com isto:

Você não pode pegar o vírus de animais de estimação

Não há evidências de que seu cão ou gato de estimação possa transmitir o novo coronavírus, de acordo com a OMS.

Especialistas do Reino Unido dizem que relatos de um cão em Hong Kong repetidamente testando positivo não devem levar as pessoas ao pânico.

“Temos que diferenciar entre infecção real e apenas detectar a presença do vírus”, diz o professor Jonathan Ball, professor de virologia molecular da Universidade de Nottingham.

Eu ainda acho que é questionável o quão relevante é para o surto humano, já que a maior parte do surto global foi causada pela transmissão de humano para humano.

Ele acrescentou: “Precisamos descobrir mais, mas não precisamos entrar em pânico – duvido que possa se espalhar para outro cão ou para uma pessoa por causa dos baixos níveis do vírus”.

Cuidados

  • Certifique-se que seu animal está com as vacinas veterinárias em dia
  • Observe o estado de saúde do seu pet
  • Assim como todos, mantenha a higiene e evite contato coletivo sem necessidade

Mas você ainda deve lavar as mãos regularmente com água e sabão após tocar em animais de estimação. Mesmo os fofinhos podem transportar bactérias como E. coli e salmonela – e esses são micróbios que podem passar entre animais de estimação e humanos.

O vírus nos animais

Pensa-se que o novo coronavírus (chamado SARS-CoV-2, que causa a doença Covid-19) tenha se originado na vida selvagem e passado para os seres humanos através de um mercado de animais vivos em Wuhan, China.

O vírus poderia passar despercebido em animais antes de saltar para os seres humanos, que é o número de vírus iniciados. por exemplo. gripe aviária, Ebola, Sars. Os cientistas dizem que a probabilidade do vírus dar mais um salto para outra espécie, como cães em um espaço de tempo tão curto, é muito, muito pequena.

Durante o surto de Sars em 2003, um pequeno número de cães e gatos deu positivo para o vírus. Esses animais não transmitiram o vírus a outros animais da mesma espécie ou a humanos.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta