Você que tem um filhote de animal em casa, provavelmente, já ouviu falar em vermifugação. Mas você sabe quando o animal deve ser vermifugado? Caso não saiba, não tem problema! Explicamos aqui como é o tratamento contra vermes em pets.

A vermifugação serve para prevenir que o animal se contamine e também para tratar os vermes já existentes no animal. A incidência das verminoses não faz predileção por raça ou espécie. Portanto, a vermifugação inicial e periódica deve ser realizada igualmente para cães e gatos.

Se você busca pelo remédio mais indicado, conheça nossa farmácia veterinária em Santo André. Não deixe de cuidar também das vacinas.

Como o cachorro ou gato se contamina com vermes

O animal pode se contaminar, basicamente, por 3 vias principais:

  • Via oral – através da ingestão de ovos ou larvas presentes na água ou solo contaminados.
  • Via cutânea – através da pele. O verme penetra na pele do hospedeiro (não necessariamente ferida) causando a verminose.
  • Via transplacentária – da mãe para o filhote.

Existe também uma forma de contaminação que se dá através da ingestão do hospedeiro intermediário. Nesse caso, as pulgas ou piolhos, por exemplo, se estiverem contaminados, podem ser ingeridos pelos animais causando a verminose.

A vermifugação é indispensável para cães e gatos, sejam adultos, filhotes, gestantes ou não. Os animais, na maioria das vezes, têm muito contato com terra, mato e asfalto, ficando com seus focinhos e, conseqüentemente suas bocas, muito próximos do chão, tendo a possibilidade de ingerir alimentos ou beber água não tratada, onde há uma grande chance dos animais entrarem em contato com ovos de vermes, ingerindo-os.

Mantenha a vermifugação de cães e gatos em dia 1

Vermifugação em Santo André

Conte com nossa equipe de médicos veterinários para uma consulta com seu pet.

Em filhotes a atenção deve ser redobrada, pois são mais curiosos. Os parasitas então crescem no interior do organismo do animal, acarretando várias conseqüências à sua saúde. Os sintomas nos filhotes são variáveis e dependem do grau da infecção. Podem, nos primeiros dias, não apresentar sintomas, mas logo será possível perceber a barriga estufada (abdômen distendido), diminuição do crescimento e as fezes amolecidas ou diarréicas.

Outros sinais que podem indicar a verminose também são bastante comuns, como a falta de apetite, emagrecimento, fraqueza, vômito, queda dos pelos, fezes com sangue, anemia, tosse e sintomas de pneumonia.

Quando fazer a vermifugação?

Recomenda-se, portanto, realizar periodicamente a vermifugação dos animais de companhia. Os filhotes podem ser tratados durante a lactação e após o desmame. Deve-se vermifugar a cadela/gata ao mesmo tempo que a ninhada. As cadelas/gatas prenhes também devem ser tratadas, levando em consideração que elas podem transmitir verminoses aos filhotes através da placenta e da amamentação.

A vermifugação deve ser iniciada na segunda semana de vida do filhote, mas existem casos especiais onde esse protocolo não é realizado. Desta forma, antes de se iniciar o protocolo vacinal, se faz necessária a vermifugação.

Os filhotes devem receber a primeira dose com duas semanas de vida e um reforço após 15 dias. Este protocolo pode ser mantido a cada 3 meses até que o animal atinja a idade adulta (em torno de 1 ano de idade).

Com isso, a vermifugação pode ser mantida a cada 3 ou 6 meses, dependendo da área de risco em que o animal se encontra.

Prevenção e tratamento

Além da vermifugação, manter o ambiente em que o animal se encontra limpo e higienizado periodicamente e fazer a prevenção contra pulgas com os produtos corretos e de uso animal, também devem ser realizados de forma rotineira para a prevenir o aparecimento de vermes.

O tratamento para verminose varia de acordo com qual verme o animal foi acometido. Por isso, reforçamos a necessidade de se fazer consultas periódicas com seu médico veterinário. Somente ele sabe diagnosticar e tratar corretamente o seu animal.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta