Reconhecer os sintomas que apresentam os pacientes permite solicitar de forma oportuna um acompanhamento especializado para diagnosticar e tratar doenças cardíacas com sucesso, seja ele na forma de uma assessoria cardiológica ou em uma consulta completa, podendo inclusive, iniciar um tratamento preventivo para o paciente, e minimizar ou até mesmo retardar o desenvolvimento de uma cardiopatia.

Caso ser identificada uma arritmia, seja em um exame pre-anestésico, animal idoso, paciente cardiopata ou em alguma das raças com grande predisposição, a arritmia deve ser monitorada periodicamente com ajuda do exame de eletrocardiograma, por exemplo a cada 15 dias, aumentando esse intervalo na medida que a arritmia não seja mais encontrada, e caso a arritmia ainda esteja presente é importante submeter esse animal a um tratamento terapêutico para evitar que essa arritmia piore e possivelmente leve esse animal ao óbito.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

Tosse em cães e gatos

A tosse é um sintoma comum de doenças cardíacas graves em cães, e ocorre com menos frequência em gatos. Pode aparecer durante e após o exercício, quando o animal de estimação se deita, à noite, depois de beber água ou de forma crónica ao longo do dia. No entanto, a tosse também pode ser um sinal de problemas no sistema respiratório, como doença pulmonar, asma ou outros problemas nas vias respiratórias

É possível realizar um teste apertando suavemente a traqueia, provocando a tosse no paciente. Um animal com um problema de tosse geralmente tossirá por vários segundos depois que a traqueia for apertada enquanto os animais em condições normais geralmente tossem uma ou duas vezes e depois param.

Nos gatos, a tosse pode ser confundida com o pelo seco ou as bolas de pelo. Faça uma auscultação completa do paciente, incluindo o coração e os pulmões, com um estetoscópio.

Peça para o tutor do animal de estimação fornecer informações que possam ajudar no momento de solicitar acompanhamento cardiológico, como:

  • Os sintomas ocorrem em determinados horários do dia: quando o animal fica excitado, depois de comer ou à noite?
  • O seu animal de estimação já tossiu algum corpo estranho? Em caso afirmativo, qual é a aparência deste material?

Mudança de comportamento

Peça para os tutores relatarem as mudanças de comportamento recentes, pois eles conhecem melhor do que ninguém as rotinas do seu animal, algumas dessas mudanças incluem:

  • Angústia causada por dificuldade na respiração;
  • Relutância ao exercício;  
  • Um aumento de necessidade de urinar (medicamentos, como furosemida pode causar esse sintoma).

Dificuldade de Respiração

A dificuldade de respiração (Dispneia) do paciente é quase sempre uma situação de emergência. Portanto, é importante observar de perto a taxa de respiração e o esforço do paciente.

Doenças cardíacas em cães e gatos: conheça sete sintomas 1

Um cão com dificuldade de respirar pode se sentar ou ficar com as pernas em uma postura ampla, às vezes com a boca aberta e com o pescoço frequentemente estendido. Os gatos podem agir de forma semelhante ou simplesmente ficar sentados, ou ainda preferir lugares calmos como um armário ou debaixo da cama.

No paciente com doença cardíaca, o exercício pode causar dificuldade de respiração. Porém, isso deve ser diferenciado do excesso de esforço em um dia quente, obesidade ou outras questões como a doença pulmonar.

Às vezes, os cães podem apresentar dificuldade de respirar quando estiverem deitados ou adormecidos. Este é um achado comum em cães com doença cardíaca grave como resultado de acumulação de fluido dentro ou ao redor dos pulmões (Insuficiência cardíaca congestiva).

Muitos cães com dificuldade severa na respiração geralmente se recusam a se deitar, porque para eles é mais difícil respirar nessa posição, fazendo com que fiquem angustiados. Em vez disso, eles preferem se sentar ou ficar de pé, inclusive até descansar e dormir nessas posições.

Perda de apetite

Alimentação gatos filhotes

A perda de apetite é um sintoma de doença cardíaca devido a efeitos colaterais de certos medicamentos ou de substâncias semelhantes a hormônios que são produzidas em níveis elevados em animais com insuficiência cardíaca. No entanto, também pode ser causada por uma variedade de outros problemas médicos.

Desmaio em cães e gatos

O desmaio, também chamado de síncope, é uma perda repentina e momentânea de consciência com recuperação espontânea. É comum em cães com doença cardíaca, mas pode ser causado por outras doenças. Em gatos o desmaio é menos comum.

Se o desmaio for causado por anormalidades cardíacas, é provável que um ritmo cardíaco anormal, que resulta em batimentos muito lentos ou muito rápidos, seja o responsável. Quando isso ocorre, o coração não bombeia sangue suficiente para o cérebro, causando esses desmaios.

Doenças cardíacas em cães e gatos: conheça sete sintomas 2

O desmaio pode parecer uma convulsão, mas é importante determinar a causa especifica, já que as abordagens de tratamento são muito diferentes.

Tanto no desmaio como na convulsão, os animais perdem a consciência, caem e podem urinar ou defecar.

  • Um evento de desmaio é mais provável ocorrer após o exercício ou a tosse, geralmente dura um curto período de tempo (cerca de 30 segundos ou menos) e o animal se recupera rapidamente (geralmente dentro de 30 segundos a 2 minutos).
  • As convulsões são um pouco menos propensas a ter excitação, e mais propensas a ter uma salivação excessiva ou movimentos de mastigação durante o evento. Geralmente duram cerca de 2 minutos ou mais e costumam ter um período de recuperação mais longo.

Uma descrição específica do evento é muito útil para determinar se ocorreu um desmaio ou uma convulsão.

É importante realizar testes de diagnóstico para avaliar a condição do coração, já que o desmaio pode ser um sinal de doença cardíaca muito séria. Quando os testes de rotina não identificam a causa do desmaio, um exame Holter de 24 horas ou um gravador de eventos pode registrar a atividade do coração determinando a causa do desmaio.

Fraqueza dos membros posteriores

Em pacientes com doenças cardíacas, a fraqueza é causada por uma quantidade reduzida de sangue sendo bombeada pelo coração para o resto do corpo. Isso pode ocorrer devido a um ritmo anormal (arritmia), uma obstrução no fluxo sanguíneo (observado em doenças como Estenose Pulmonar, Estenose Subaórtica e Cardiomiopata Hipertrófica), devido à diminuição da função contrátil ou de bombeamento do coração, ou ainda doença pericárdica.

Nos gatos, a causa mais comum da paralisia dos membros posteriores é um coágulo que vai para a perna traseira, também chamado de tromboembolismo arterial.

Um coágulo na perna, é muitas vezes causa de uma doença cardíaca, o que resulta na aparição repentina de fraqueza nas pernas traseiras, paralisia repentina, dor nos membros e pernas traseiras. Porém, pode afetar também apenas, uma perna dianteira ou outras partes do corpo.

O desenvolvimento de um coágulo é uma situação de emergência, e é preciso fornecer cuidados veterinários imediatamente.

Perda de peso em cães e gatos

Doenças cardíacas em cães e gatos: conheça sete sintomas 3

A perda de peso em animais adultos ou a incapacidade de crescer adequadamente em animais em crescimento podem ser indicações de doença cardíaca.

Em cães e gatos que apresentam dificuldade no crescimento, devem ser realizados exames cuidadosos do coração para garantir que nenhuma doença cardíaca congênita esteja presente. No entanto, muitos animais jovens que nascem com doença cardíaca crescerão normalmente, de modo que devem ser observados outros sinais, especialmente em certas raças com maior probabilidade de ter uma deficiência cardíaca.

Em adultos, a insuficiência cardíaca é comumente associada à perda de peso, particularmente à perda de músculo, que pode ser observada em seus estágios mais iniciais: principalmente nos músculos no topo das costas, sobre os ombros, ou no topo da cabeça.

A perda de músculo (caquexia cardíaca) é causada por substâncias semelhantes a hormônios que são produzidas pelo organismo em altos níveis de insuficiência cardíaca congestiva.