Recentemente, você adicionou um amigo felino à sua família? Parabéns! Sabemos que você ficará emocionado por ter seu novo gato em sua casa. Se você está pensando em adotar um gato, visite seu abrigo local. Nós encorajamos você a navegar em nosso diretório de gatos adotáveis ​​em sua área, ou usar nosso localizador de abrigo para iniciar sua pesquisa.

Leia dicas úteis para novos pais de gatos e para aqueles que procuram aprimorar suas habilidades de cuidados com animais de estimação.

Cuidados Básicos

Alimentando

Recomendamos a compra de comida de marca para gatinhos ou gatos de alta qualidade. Seu veterinário poderá avaliar seu novo gato ou gatinho e determinar a melhor dieta. Fatores como idade, nível de atividade e saúde fazem diferença no que e quanto um gato deve comer.

  • Os gatos precisam de taurina, um aminoácido essencial, para a saúde do coração e dos olhos. A comida que você escolher deve ser balanceada para a fase de vida do seu gato ou gatinho. Alimentos adequadamente equilibrados contêm taurina.
  • Você precisará fornecer água fresca e limpa em todos os momentos, e lavar e reabastecer as tigelas de água do seu gato diariamente.
  • As guloseimas não devem ser mais do que 5-10% da dieta.
  • Muitas pessoas dão comida para bebê a um gato ou gatinho que recusa a comida ou não se sente bem. Leia os rótulos com atenção: Se a comida para bebê contiver cebola ou alho em pó, seu animal de estimação pode ser envenenado.
  • Leve seu animal ao veterinário se os sinais de anorexia, diarréia, vômito ou letargia persistirem por mais de dois dias.
Cuidados gerais com gatos 1

Asseio

A maioria dos gatos fica relativamente limpa e raramente precisa de um banho, mas você deve escovar ou pentear seu gato regularmente. A escovação frequente ajuda a manter o pelo do seu gato limpo, reduz a queda de cabelo e diminui a incidência de bolas de pelo. 

Tratamento

Para pegar o gato, coloque uma das mãos atrás das patas dianteiras e a outra sob os posteriores. Levante suavemente. Nunca pegue um gato pela nuca ou pelas patas dianteiras.

Cuidados gerais com gatos 2

Veterinária especialista em gatos

Nós contamos com nossa veterinária especialista em gatos Dra Daisy Rodrigues CRMV-SP 29815. Ela é médica veterinária formada pela UNIABC, especialista em anestesia e felinos. A Clínica Veterinária UAU UAU QUE MIA atende tutores de toda a região metropolitana de São Paulo. Veja nossa especialidade e entre em contato.

Habitação

Seu animal de estimação deve ter seu próprio local limpo e seco em sua casa para dormir e descansar. Forre a cama do seu gato com um cobertor ou toalha macia e quente. Certifique-se de lavar a roupa de cama com freqüência. Por favor, mantenha seu gato dentro de casa. Os gatos que vivem ao ar livre não vivem tanto quanto os gatos que vivem em casa Os gatos que vivem ao ar livre correm o risco de traumas causados ​​por carros ou por brigas com outros gatos, guaxinins e cães soltos. Os coiotes são conhecidos por comer gatos. Os gatos que vivem ao ar livre têm maior probabilidade de ficar infestados de pulgas ou carrapatos, bem como de contrair doenças infecciosas.

Identificação

Se permitido ao ar livre, seu gato deve usar uma coleira de segurança e uma etiqueta de identificação. Uma coleira de segurança com um painel elástico permitirá que o seu gato se solte se a coleira ficar presa em alguma coisa. E para gatos internos e externos, uma etiqueta de identificação ou um microchip implantado pode ajudar a garantir que seu gato seja devolvido se ele ou ela se perder.

Caixa de areia

Todos os gatos internos precisam de uma caixa sanitária, que deve ser colocada em um local silencioso e acessível. Em uma casa de vários andares, uma caixa por andar é recomendada. Evite mover a caixa a menos que seja absolutamente necessário, mas se for necessário, mova a caixa apenas alguns centímetros por dia. Lembre-se de que os gatos não usam uma caixa de areia suja e fedorenta, então retire os resíduos sólidos da caixa pelo menos uma vez por dia. Jogue fora tudo, lave com detergente neutro e reabasteça pelo menos uma vez por semana; você pode fazer isso com menos frequência se estiver usando areia grossa. Não use amônia, desodorantes ou aromas, especialmente limão, ao limpar a caixa sanitária. Se o seu gato não usar uma caixa sanitária, consulte o seu veterinário. Às vezes, a recusa em usar uma caixa sanitária é baseada em uma condição médica que exigia tratamento. 

Arranhar

Os gatos precisam arranhar! Quando um gato arranha, a bainha externa da unha é puxada e as garras afiadas e lisas por baixo ficam expostas. Cortar as unhas do seu gato a cada duas ou três semanas irá mantê-los relativamente cegos e menos propensos a machucar os braços de humanos e móveis. Forneça ao seu gato um poste resistente para arranhar, com pelo menos um metro de altura. O poste também deve ser estável o suficiente para não balançar durante o uso e deve ser coberto com material áspero como sisal, estopa ou casca de árvore. Muitos gatos também gostam de almofadas para coçar.

Saúde

Seu gato deve ver o veterinário pelo menos uma vez por ano para um exame e injeções anuais, e imediatamente se ele estiver doente ou ferido.

Remédios e venenos

Nunca dê ao seu gato medicamentos que não tenham sido prescritos por um veterinário. Em uma casa, diferentes itens podem ser nocivos para os bichanos, por isso é preciso estar sempre atento e observar bem qual a sua rotina e quais os principais riscos. Afinal, quando já está intoxicado é muito mais difícil descobrir qual foi a causa exata para o problema. 

Um dos primeiros indícios de intoxicação em gatos é a mudança brusca no comportamento. No entanto, o diagnóstico só é feito após exames, já que os sintomas podem ser confundidos com o de outras doenças, algumas mais graves. O gato pode apresentar sintomas como:

  • vômitos
  • diarreia
  • febre
  • apatia
  • falta de apetite
  • dilatação ou contração das pupilas
  • convulsões ou outros sinais neurológicos (incoordenação, mudança de comportamento)

Desde então, o tutor precisa ligar o sinal de alerta e levá-lo a uma consulta com um veterinário. É importante informar ao profissional que fará o atendimento, se possível, o produto ingerido pelo animal, de modo que os primeiros socorros e tratamento estejam alinhados a essa informação.

Castração e castração

As gatas devem ser castradas e os machos castrados por volta dos cinco meses de idade. 

Vacinas

Seu veterinário fará recomendações com base na idade e saúde do seu gato. Em geral, podemos citar abaixo as principais regras de vacinação em gatos.

Para ser vacinado, o animal deve estar saudável, sem febre ou diarreia, com peso adequado e previamente vermifugado. Se isso não for observado, o organismo pode não responder plenamente à vacinação.

O programa de vacinação do filhote deve ser iniciado com a idade aproximada de 8 semanas, por isso é imprescindível a visita do gatinho ao veterinário. Ele é o profissional responsável por elaborar o plano de vacinação personalizado para seu gato, dependendo do ambiente em que vive, dos riscos que enfrenta e das atividades de que participa.

Os filhotes de gatos devem ser revacinados a cada 3 ou 4 semanas até, pelo menos, 12 semanas de idade. Gatos com idade acima de 12 semanas de idade deverão receber uma dose de vacina e uma segunda dose 3 ou 4 semanas depois. A resposta adequada à vacinação é diretamente ligada à competência imunológica de cada animal.

As principais doenças contra as quais seu gato deve ser vacinado são: complexo respiratório (clamidiose, calicivirose, rinotraqueíte), panleucopenia e raiva. Esta última é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para o homem. Sendo assim, é obrigatório vacinar seu gato anualmente contra a raiva.

No geral, o esquema utilizado para o filhote é:

• 60 dias – Múltipla Felina (Tríplice ou Quádrupla)
• 90 dias – Múltipla Felina (Tríplice ou Quádrupla)
• 120 dias – antirrábica

Gatos adultos que nunca foram vacinados devem receber 2 doses de vacina múltipla (intervalo de 21 dias) e 1 dose de vacina anti rábica. Isso também vale para gatos de procedência desconhecida, quando não se tem conhecimento ou certeza sobre o histórico de vacinação.

Lista de verificação de suprimentos

  • Ração para gatos de marca premium
  • Prato de comida
  • Tigela de água
  • Brinquedos interativos
  • Escovar
  • Pentear
  • Coleira de segurança com etiqueta de identificação
  • Poste para arranhar ou almofada para arranhar
  • Caixa de areia e maca
  • Transportadora gato
  • Cama de gato ou caixa com cobertor ou toalha quente