Você já reparou seu gato olhando para os olhos deles, que de repente ficou vermelho e inchado? Seu amigo felino pode sofrer de conjuntivite de gato. Descubra o que isso significa, o que está causando e o que você pode fazer para ajudar essa condição ocular desconfortável a desaparecer. Nossa clínica veterinária conta com especialista em atendimento em felinos em Santo André.

Se você acabou de descobrir que seu gato tem um olho dolorido ou está tentando esfregar o olho com a pata, em móveis ou no chão, é provável que seu animal esteja sofrendo de um caso de conjuntivite. Enquanto você aguarda a consulta com o veterinário, saiba mais sobre essa condição ocular e o que esperar ao visitar os veterinários.

Kethye Priscila Ortêncio, veterinária em Santo André

Especialista em Oftalmologia Veterinária

Veterinária Kethye Priscila Ortencio (CRMV 25832)

A nossa veterinária especialista em Oftalmologia Veterinária é formada pela UNESP, teom Mestrado em Cirurgia Veterinária com ênfase em Oftalmologia. Kethye pode ajudar a saúde do seu pet. Entre em contato.

Conheça a Oftalmologia veterinária em Santo André e fale conosco para agendar uma consulta.

O que é conjuntivite para gatos?

Conjuntivite em gatos - sintomas e tratamentos 1

A conjuntivite do gato é a inflamação da conjuntiva, que é a fina membrana no interior das pálpebras e na parte branca do olho. A inflamação fará com que a conjuntiva fique vermelha e inchada e o olho possa lacrimejar ou ter alguma descarga. A conjuntivite do gato pode ser infecciosa, quando causada por vírus ou bactérias, ou não infecciosa quando algo entra no olho e o irrita. A inflamação pode aparecer em um olho ou nos dois olhos ao mesmo tempo.

Se o seu gato tiver conjuntivite, você pode pegá-lo batendo no olho afetado ou piscando e apertando os olhos constantemente, porque a condição é desconfortável. Organizar uma viagem ao veterinário é a melhor coisa a fazer para uma recuperação rápida.

O que causa infecção ocular?

A conjuntivite infecciosa do gato pode ser causada por uma variedade de vírus, sendo o Herpesvírus Felino um dos mais comuns. Bactérias como Chlamydophila também podem causar uma infecção ocular como parte de uma infecção respiratória do trato superior, de modo que os fungos e espirros de gatos podem acompanhar a aparência do olho vermelho ou lacrimejante.

Nos dois casos, a infecção ocular pode se espalhar para outros felinos; portanto, se houver algum gato por perto, você pode manter o mínimo possível as interações com o gato mal. Seu veterinário pode querer ver todos os gatos em sua casa. Certifique-se de lavar as mãos depois de verificar o olho do seu gato e, se possível, tente mantê-las em salas separadas durante o surto de conjuntivite do gato.

O que causa conjuntivite não infecciosa em gatos?

A conjuntivite não infecciosa do gato geralmente é causada por substâncias irritantes no ambiente do gato. Mesmo algo tão pequeno quanto um grão de poeira entrando no olho do seu gato pode ser suficiente para desencadear uma reação. Qualquer coisa capaz de irritar os olhos é um risco possível – mofo, purificadores de ar e até xampus podem causar vermelhidão nos olhos. Outras causas possíveis incluem trauma no olho, como esbarrar em algo, ou mesmo o contato com certas plantas pode desencadear conjuntivite alérgica.

Compreender o que causou a conjuntivite do seu gato pode ajudar no tratamento, e é por isso que uma visita imediata ao veterinário é importante.

Como é diagnosticada a conjuntivite felina?

Se seu gato parece estar com dor, o veterinário pode começar usando colírios anestésicos para anestesiar a área antes de inspecioná-la quanto a corpos estranhos, arranhões ou feridas. Às vezes, pode ser aplicado um corante verde que, quando iluminado com uma luz azul brilhante, pode mostrar onde o problema ocular se originou.

O histórico médico do seu gato também ajudará no diagnóstico dos sintomas, pois alguns casos de conjuntivite infecciosa podem ser recorrentes, com surtos regularmente.

Tratamentos de conjuntivite para gatos

Conjuntivite em gatos - sintomas e tratamentos 2

O tratamento geralmente envolve a aplicação de colírios por alguns dias seguidos ou até algumas semanas, dependendo da gravidade da doença. Podem ser colírios antibióticos para combater uma conjuntivite bacteriana de gato ou colírios calmantes para ajudar um caso não infeccioso a se recuperar mais rapidamente.

Dar um colírio para os gatos geralmente é um esforço da equipe que precisa da participação de outro membro da família. Enquanto eles mantêm o gato imóvel, com a cabeça levemente inclinada para cima, será necessário abrir suavemente as pálpebras e colocar o colírio. Se precisar de ajuda, você também pode conferir os vídeos úteis do International Cat Care mostrando como examinar o olho de um gato .

Alguns gatos são mais calmos que outros, por isso você pode segurar o gato no colo, mantendo os olhos abertos com uma mão enquanto aplica o medicamento na outra. Não se esqueça de recompensar seu bravo gato com abraços e guloseimas depois.

Dependendo da causa subjacente, outros tratamentos possíveis para a conjuntivite felina podem incluir medicamentos antivirais, antibióticos na forma de comprimidos ou pomadas para os olhos.

Prevenção de conjuntivite felina

Vacinação

Manter-se atualizado com as vacinas para gatos , especialmente aquelas para o vírus do herpes felino, pode ajudar a reduzir o risco de conjuntivite. A gripe felina é uma causa comum de conjuntivite em gatos; portanto, não perca o prazo final da vacinação.

Conheça aqui a vacinação de gatos em Santo André e tire suas dúvidas com nossos veterinários.

Fique de olho no seu gato enquanto ele brinca

Se seu gato estiver entusiasmado ao brincar ou se exercitar, tente remover objetos pontiagudos que possam causar trauma. Mas esteja ciente de que geralmente os principais culpados são as garras dos gatos. Compre brinquedos em petshop de qualidade.

Gerenciar o estresse

O estresse também pode contribuir para episódios recorrentes de conjuntivite viral em gatos. O sistema imunológico é geralmente o primeiro a reagir quando um gato está estressado. Defesas fracas significam que combater vírus como o herpesvírus felino se tornou mais difícil para o seu amigo felino.

Dependendo do comportamento do seu gato e idade, castrar o gato macho ou mesmo as fêmeas pode ser uma das melhores opções para torná-lo mais calmo e evitar acidentes. A castração em Santo André de nossa clínica é sempre indicada.

Limpando os olhos do seu gato

Se você tem um jovem gatinho na família, uma boa idéia é limpar os cílios com um pano quente para manter as partículas de poeira afastadas.

Conjuntivite em gatos - sintomas e tratamentos 3

Com que limpar o olho do gato com conjuntivite

Para que o tratamento antibiótico tenha efeito, é importante sempre aplicá-lo no olho bem limpo. Para isso, vamos precisar dos seguintes materiais:

  1. Algodão, que sempre deve ser usado umedecido para evitar que desprenda pelos ou gaze. Nunca limpe os dois olhos com a mesma gaze.
  2. Soro fisiológico ou água, que podem ser usados frios ou mornos, se houver crostas que não saem facilmente.
  3. Papel suave ou gaze para secar o olho.
  4. Tratamento antibiótico prescrito pelo veterinário que devemos aplicar depois que tenhamos um olho bem limpo.

Essas lavagens devem ser repetidas toda vez que observamos o olho sujo ou, pelo menos, sempre antes de aplicar a medicação. Na seção seguinte, explicamos detalhadamente como proceder com a limpeza.

A conjuntivite do gato é contagiosa para os seres humanos?

As chances são muito baixas de que os vírus e bactérias responsáveis ​​pela conjuntivite felina sejam transmitidos aos seres humanos. Independentemente disso, você deve estar atento a algumas regras básicas de higiene, como lavar as mãos ao acariciar seu gato mal até que ele se recupere.

Um gato pode ficar cego devido à conjuntivite?

Embora a conjuntivite do gato varie em termos de gravidade, de casos leves a casos graves de infecção ocular, a cegueira é geralmente uma consequência muito rara para esse tipo de condição. No entanto, não demore em contatar seu veterinário se notar algum dos sintomas de conjuntivite felina.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta