Pit bulls são propensos a alergias de pele. Aqui está o que você precisa saber para tratar as alergias do seu cão e evitar reações a certos alimentos para cães.

Os pit bulls são corajosos, compassivos e conhecidos como companheiros leais. Mas essas raças otimistas – incluindo Staffordshire Bull Terriers e American Pit Bull Terriers – também são propensas a alergias e suscetíveis a problemas de pele.

Por que os pit bulls são propensos a problemas de pele e alergias alimentares

Existem muitas razões pelas quais seu pit bull tem alergias. Algumas das diferentes causas das alergias do seu pit bull incluem:

Ambiente. Como os pit bulls têm um subpelo liso, eles não têm pelos grossos para protegê-los de irritantes ambientais como outras raças de cães. Gramíneas, pólen e outros irritantes ambientais com os quais seu cão entra em contato durante uma caminhada podem desencadear uma reação alérgica.

Preocupações médicas subjacentes . Infecções fúngicas e infecções fúngicas que se desenvolvem em áreas úmidas, como orelhas, patas e virilhas do seu cão, podem ser o que está causando as condições da pele do seu cão.

Parasitas internos e externos. Pulgas, carrapatos e ácaros podem resultar em sintomas de pele como coceira, arranhões excessivos e perda de cabelo. Alguns cães também podem ter alergia a pulgas, o que faz com que sua pele reaja exageradamente à picada de uma única pulga.

Produtos de higiene e limpeza. Shampoo, detergente e perfume podem irritar a pele sensível do seu pit bull.

Comida. Alguns pitbulls podem sofrer de alergias alimentares. Se um cão tem alergias alimentares, normalmente é porque ele é sensível ao tipo de fonte de proteína mais comumente usado em alimentos para cães, como carne bovina, frango ou porco.

Alergias sazonais. Os pit bulls são suscetíveis a alergias sazonais , assim como os humanos. Alérgenos sazonais, como certos tipos de pólen, podem irritar seu pit bull.

Medicamento. Assim como a comida, os cães também podem ser alérgicos a certos tipos de medicamentos.

👉 Seu veterinário pode diagnosticar as alergias do seu pit bull e te ajudar a tratá-las.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco! Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é das 8h às 20h de seg. a sex. e das 9h às 14h aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

Pit bulls podem experimentar esses tipos de alergias

  • Alergias a comida
  • Alergias ambientais
  • Alergias sazonais
  • Alergias a pulgas

Alérgenos comuns para pit bulls:

  • Vários tipos de pólen
  • Vários tipos de grama
  • Ácaros
  • Certos tipos de perfumes
  • Proteínas alimentares (carne, frango, porco)
  • Certos tipos de produtos de limpeza (shampoo)
  • Látex

Sintomas comuns de alergias em pit bulls

Os sintomas específicos de alergias observadas em raças de cães variam dependendo da causa. Estes sintomas são os sinais mais comuns de alergias a cães:

  • Infecções crônicas de ouvido
  • Diarréia
  • Caspa
  • Dificuldade para respirar
  • Pele seca e com coceira
  • Perda de cabelo
  • Pontos quentes
  • Urticária
  • Coçar, morder e lamber em excesso
  • Corrimento nasal
  • Mastigação de patas
  • Escaras ou feridas
  • Espirros
  • Vômito
  • Olhos marejados

Diagnosticando alergias em pit bulls

O primeiro passo para resolver alergias a cães é consultar um veterinário para diagnosticar o que está assolando seu precioso pit bull. Os veterinários geralmente começam descartando certas condições e alimentos que podem estar causando os problemas do seu pit bull.

Seu veterinário pode recomendar testes de alergia, que podem ser um exame de sangue para descobrir a quais coisas ambientais ou sazonais seu cão pode ser alérgico. Eles também podem encaminhá-lo a um dermatologista veterinário para testes de alergia mais específicos. As alergias alimentares em cães são normalmente diagnosticadas com uma dieta de eliminação, o que significa simplesmente que você alimenta seu cão com um novo alimento que ele não comeu antes por pelo menos 6-8 semanas para ver se os sintomas da alergia desaparecem e não voltam.

Os veterinários também podem procurar por pulgas ou insetos que possam estar causando o problema.

Eles podem até prescrever um medicamento para aliviar a alergia para aliviar os sintomas das alergias. Para alergias graves, eles também podem prescrever um antibiótico ou medicamento antifúngico, se houver evidências de uma infecção secundária.

Portanto, converse com seu veterinário sobre qual curso de ação tomar. Seu veterinário saberá o que é melhor para a saúde geral do seu pit bull.

👉  Se o seu cão tiver uma reação alérgica grave, é preciso procurar atendimento veterinário profissional imediatamente.

mão alimenta biscoito de cachorro para um pit bull faminto

Como os donos de pit bulls podem ajudar a tratar alergias a pit bulls

Tente prevenir problemas de saúde evitando o alérgeno, se possível. O tratamento depende do que está causando a alergia do seu cão.

Verifique os espaços internos e externos. Se o seu pit bull está tendo uma alergia na pele, examine seus ambientes externos e internos para quaisquer causas potenciais. Certifique-se de que todos os produtos de limpeza que você está usando são seguros para cães. Limpe seu pit bull com lenços hipoalergênicos após uma caminhada.

Inspecione-os para ver se há carrapatos, picadas de mosquito ou pulgas. Se você encontrar algum carrapato, remova-o imediatamente. Se você encontrar pulgas, pode precisar de produtos veterinários ou prescrições veterinárias para corrigir a infestação. Sempre mantenha seu pit bull atualizado sobre seus medicamentos para pulgas e carrapatos.

Monitore seu tempo ao sol. Como os pit bulls têm pelos tão curtos, eles podem queimar mais facilmente do que algumas outras raças. As queimaduras irritam a pele e podem piorar as alergias cutâneas.

Use hidratante. Se o seu pit bull tem pele seca, você pode tentar usar um hidratante natural. Esfregar óleo de coco na pele seca do seu cão pode efetivamente tratar os pontos quentes da coceira do seu cão. Se o seu cão é propenso a alergias, os xampus antifúngicos também podem ajudar a diminuir os fungos adicional na pele que pode se reproduzir em excesso e causar um problema.

Adicione ômega-3 ou óleo de peixe à sua dieta. A adição de ácidos graxos ômega-3 pode ajudar a diminuir a gravidade das alergias do seu pit bull. Esses ácidos graxos ajudam a reduzir a inflamação, promovem uma pele, pelagem e sistema imunológico saudáveis ​​e apoiam a saúde do coração, cardiovascular e das articulações. Mas seu cão não pode produzir esses ácidos graxos ômega cruciais por conta própria. Adicionar óleo de peixe (que naturalmente tem ômega-3) é a maneira mais fácil de adicionar ômega-3 em sua dieta. Normalmente, você pode esconder cápsulas de óleo de peixe em alimentos macios ou derramar o líquido em sua ração.

Experimente um suplemento probiótico. Os suplementos probióticos promovem uma pelagem e pele saudáveis ​​em pit bulls. Vitaminas como o zinco também podem ajudar com coceira crônica, caspa e dermatite.

Pergunte sobre um suplemento de alergia canina. Assim como nós humanos temos que tomar remédios para alergia, alguns suplementos naturais de alergia para filhotes podem ajudar a aliviar os olhos lacrimejantes ou a coceira do seu cão.

Como a nutrição adequada pode ajudar as alergias ao pit bull

Uma dieta saudável é fundamental para manter seu amado companheiro canino por muitos anos – e oferece conforto e tratamento para as alergias de pele do seu pit bull. Mas sempre converse com seu veterinário para criar um plano nutricional antes de mudar a dieta do seu cão. Mudanças repentinas na comida do seu cão podem causar problemas gastrointestinais, como diminuição do apetite, vômitos e diarreia.

Como é possível que os ingredientes da ração para cães estejam causando as alergias, trabalhe com seu veterinário para explorar o rótulo do ingrediente na bolsa de ração do seu cão. Saber o que está na comida deles ajudará você a tomar uma decisão melhor ao determinar para qual alimento trocá-los. A chave é colocá-los em um alimento diferente com uma nova fonte de proteína à qual eles ainda não foram expostos.

Alimentos para cães com ingredientes limitados são uma maneira de diminuir a causa da alergia. As receitas para alimentos para cães com ingredientes limitados variam, mas incluem menos ingredientes. Alguns podem incluir apenas uma proteína ou apenas uma fonte de gordura ou carboidrato.

Alimentos hipoalergênicos para cães são outra opção. Esses alimentos para cães incluem ingredientes que são menos propensos a causar uma reação alérgica. Alimentos para cães hipoalergênicos podem incluir proteínas menos populares, como carne de veado. Existem também alimentos para cães hipoalergênicos em que a fonte de proteína é decomposta tão pequena que o corpo do seu cão não pode reagir negativamente a ela. Estes geralmente são mais caros e exigem receita veterinária – mas geralmente são os únicos alimentos que realmente funcionam para cães com alergias alimentares.

Você pode tentar dietas sem grãos – mas apenas se seu veterinário as recomendar. As dietas sem grãos podem realmente ser um perigo para o seu cão, pois há algumas evidências de que essas dietas podem causar doenças cardíacas.

👉 A melhor ração para pit bulls depende de suas alergias e é sempre melhor pedir sugestões ao seu veterinário.