É uma luta pela qual todo dono de cachorro passará em algum momento. Seu filhote estará agindo de forma estranha ou doente, e você se preocupará com o que está errado e como pode ajudar. Na maioria das vezes, isso se resumirá a uma dor de estômago. Saber os sinais de que o estômago do seu cão dói tornará mais fácil aliviar o desconforto e os medos dele.

Este blog cobre as causas comuns de dor de estômago (também conhecida como gastroenterite), sinais a serem observados e as etapas que você pode seguir para tratá-la.

O que causa gastroenterite?

Gastroenterite é o termo técnico para dor de estômago. Refere-se à irritação no estômago ou intestino que leva a uma variedade de sintomas, incluindo dor, náusea, inchaço e vômito. Existem muitas causas para a gastroenterite, sendo algumas mais comuns do que outras. Algumas das causas mais frequentes são:

  1. Mudanças na dieta ou comer algo que não deveriam
  2. Alergias a comida
  3. Parasitas, incluindo vermes e microorganismos
  4. Infecção viral ou bacteriana
  5. Bloqueios no trato digestivo
  6. Falência do órgão

Embora a gastroenterite possa ser causada por sérios problemas internos, é muito mais provável que seja atribuída a algo que seu cão comeu.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco! Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é das 8h às 20h de seg. a sex. e das 9h às 14h aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

Sinais de que seu cachorro está com dor de estômago

A parte mais difícil de saber quando seu cão se sente doente é que ele não pode lhe dizer diretamente. Em vez disso, os donos de cães devem prestar muita atenção à linguagem corporal e aos comportamentos. Embora alguns comportamentos sejam óbvios (por exemplo, vômitos e diarreia), outros exigem que os proprietários prestem mais atenção.

Aqui estão sete indicadores de que o estômago do seu cão pode estar incomodando:

  1. Mau hálito  – Embora o hálito de um cachorro nunca cheire a rosas, o hálito com cheiro ácido pode ser um sinal de aumento de ácido estomacal.
  2. Agindo letárgico ou desconfortável  – Existem alguns comportamentos que podem indicar dores de estômago. Primeiro, eles podem perder energia. Um cão letárgico pode estar tentando minimizar o desconforto. Eles também podem ficar em uma posição contraída ou tensa, semelhante à forma como os humanos apertam o estômago. Finalmente, seu cão pode começar a esticar as patas dianteiras repetidamente em um arco canino.
  3. Excesso de gás  – se o seu cão está liberando mais flatulência ou arrotando mais do que o normal, isso indica que o gás está se acumulando no estômago.
  4. Estômago inchado ou distendido  – inchaço ou inchaço da cavidade abdominal também pode indicar acúmulo de gás. Uma barriga inchada a ponto de parecer dura ou contraída é uma emergência médica séria.
  5. Engolir em seco, engasgar e estalar  os lábios – todos esses comportamentos indicam que seu cão está lutando contra a náusea. Eles podem estar tentando conter a vontade de vomitar.
  6. Vômito e diarreia  – esses são os sinais mais óbvios e imediatos de dor de estômago. Vômitos ou diarréia repetidos podem ter consequências graves para a saúde resultantes da desidratação.
  7. Perda de peso  – se você notar que o apetite do seu cão está diminuindo, ou se ele começar a perder peso inesperadamente, isso pode ser devido a dores de estômago. A perda prolongada de apetite sempre justifica uma visita ao seu veterinário.

Que tal comer grama?

Os proprietários de cães de longa data podem se perguntar por que a lista acima não inclui comer grama. Muitas pessoas acreditam que comer grama é um sinal de dor de estômago em cães; no entanto, a  pesquisa se mostrou inconclusiva .

Embora comer grama possa ser uma tentativa de acalmar o estômago, não é a única explicação plausível. Seu cão pode simplesmente apreciar a textura e o sabor da grama. Eles também podem estar entediados e comer grama lhes dá algo para fazer.

Se seu cão de repente começar a comer muita grama, é mais provável que isso seja um indicador de que ele não está se sentindo bem. Também pode significar que eles sentem que estão prestes a vomitar.

Como ajudar seu cachorro a se sentir melhor

É compreensível que os donos de cães queiram agir se souberem que seu filhote está passando mal. No entanto, a grande maioria dos casos de gastroenterite desaparece por conta própria em um ou dois dias. Se os sintomas forem leves, o melhor curso de ação é geralmente esperar cerca de 24 horas e ver se os sintomas melhoram. Nesse ínterim, existem alguns remédios caseiros que você pode tentar.

Um rápido jejum  pode ser tudo de que o estômago precisa para se endireitar. Você pode tentar manter a comida de seu cão por 12 a 24 horas, para permitir que seu sistema gastrointestinal processe o que quer que esteja causando o problema.

Dar gelo em vez de água líquida  evitará que seu cão exagere. Depois de vomitar, os cães costumam querer beber excessivamente. Isso pode causar mais transtornos, no entanto. Fornecer pedaços de gelo irá garantir que eles continuem hidratados, ao mesmo tempo que os força a desacelerar um pouco.

Fornecer alimentos calmantes  pode ajudar a aliviar os sintomas. A abóbora enlatada é uma ótima opção para acalmar o estômago de um cão, e os veterinários recomendam fornecer de 1 a 4 colheres de sopa por refeição para ajudar a fornecer alívio. Outras escolhas populares incluem pequenas porções de arroz branco, iogurte sem açúcar e caldo de osso.

Mergulhar a ração em água  para amolecê-la pode ajudar a facilitar o processo de digestão, aliviando o desconforto para alguns cães.

Outro ângulo a considerar é se seu cachorro está tomando probióticos suficientes. Os probióticos são ideais para manter o intestino de um cão saudável e podem ser encontrados em certos alimentos para cães de alta qualidade.

O que fazer quando os sintomas não desaparecem

Se o seu cão continuar a ter sintomas de dor de estômago por mais de um ou dois dias, uma visita ao veterinário pode ser justificada. Você deve levar seu cão ao veterinário ainda mais cedo se ele apresentar sintomas graves, como vômitos e diarreia frequentes ou sinais de sangue no vômito ou nas fezes.

Um veterinário começará com um exame físico. Se eles suspeitarem de um problema sério de saúde, podem recomendar mais testes. Esses testes podem incluir:

  1. Uma amostra de fezes para verificar a presença de parasitas
  2. Imagem por meio de raios-X ou ultrassom
  3. Exames de sangue
  4. Uma endoscopia, onde um tubo é inserido através de um orifício para procurar problemas internos.

Dependendo do que o veterinário descobrir, os tratamentos podem incluir a prescrição de um medicamento anti-náuseas, antibióticos para certas infecções ou internação em atendimento de urgência.

Como prevenir dores de estômago

Embora você não possa eliminar o risco de gastroenterite, há uma etapa fácil que você pode seguir para minimizar a possibilidade. A causa mais comum se resume ao que seu cão come.

Os alimentos para cães que são feitos com recheios de grãos de baixa qualidade e sem probióticos podem causar problemas estomacais com o tempo, em parte devido ao fato de que 70% do sistema imunológico de um cão está localizado no microbioma intestinal.