A maior parte da vida do seu Pug é passada como adulto ou idoso. Quer você tenha seu Pug desde filhote ou tenha encontrado um lugar em seu coração para um idoso necessitado, saber como cuidar de Pugs idosos pode ser confuso.

Estamos aqui para esclarecer qualquer dúvida que você possa ter sobre como cuidar dos Pugs mais velhos.

Neste artigo, discutiremos alguns sinais comuns de envelhecimento, questões de saúde e dicas de cuidados para manter seu Pug saudável e feliz durante seus anos dourados.


Como cuidar de um Pug velho? Cuidados com Pug idoso 9

Quando meu Pug se torna sênior?

Os pugs ingressam na terceira idade aos 9 anos.

Na verdade, é apenas durante os primeiros 12 meses de vida que os Pugs são considerados cachorros. Isso porque as raças de brinquedo amadurecem mais rápido do que as raças maiores.

No segundo ano, o seu Pug já entrou na idade adulta e no nono já está se tornando um idoso.

Mas lembre-se, Pugs podem viver vidas muito longas, de até 15 anos. Isso significa que é possível que seu cão passe 5 ou 6 anos de sua vida como um idoso.

Queremos ajudá-lo a ajudar seu Pug a viver sua aposentadoria com estilo. Ao procurar sinais de envelhecimento precoce, será mais fácil manter seu amigo em boa forma.


Sinais a serem observados em um Pug envelhecido

Existem alguns sinais a serem observados conforme o seu Pug se aproxima de uma idade mais madura. É normal começar a notar algumas mudanças físicas e comportamentais em seu cão. Recomendamos visitar seu veterinário aproximadamente uma vez a cada seis meses ou mais para um check-up completo e uma vez.

Sabemos que pode ser difícil identificar a diferença entre o envelhecimento normal e os sintomas mais preocupantes. Mas não se preocupe. Vamos identificar alguns sinais comuns de envelhecimento, bem como indicações clínicas de que seu cão precisa visitar o veterinário.

1. Mudanças físicas comuns

  • Pelagem adelgaçada e / ou grisalha
  • Dentes soltos que podem cair
  • Unhas compridas devido ao exercício reduzido
  • Audição e visão deficientes

2. Mudanças comportamentais comuns

  • Dormir mais e se exercitar menos
  • Ficando mais quieto e menos brincalhão
  • Aumento do apego ao proprietário
  • Ansiedade da separação e aumento dos latidos
  • Agressões atípicas devido ao desconforto
  • Maior confusão (por exemplo, andar em círculos)
  • Acidentes de eliminação

Saúde dos Pugs Seniores: quando visitar o seu veterinário

Assim como nós, humanos, os Pugs têm maior probabilidade de desenvolver problemas de saúde à medida que envelhecem.

Problemas comuns de saúde incluem obesidade e diabetes, incontinência urinária, artrite, doença periodontal , cataratas e glaucoma, doença cardiovascular, doença renal, câncer e hipotireoidismo.

A melhor maneira de monitorar a saúde de seu cão mais velho é marcá-lo para um exame geriátrico regular. Uma boa triagem geriátrica testará sinais de envelhecimento e doenças com exames físicos, amostras de sangue e outros testes especializados.

Testes de rastreamento geriátrico para função de órgãos, anemia e sopros cardíacos. Esta é uma das formas mais eficazes de contrair doenças precocemente e prevenir consequências mais graves.

A triagem geraítrica é altamente eficaz, mas não abrangente.

Amostras de sangue e testes geriátricos são incapazes de detectar anormalidades gastrointestinais, musculoesqueléticas, neurológicas ou cardiovasculares.

Como cuidar de um Pug velho? Cuidados com Pug idoso 10

É por isso que recomendamos que os proprietários procurem sinais de doenças potenciais. Isso pode incluir:

  • Perda de peso repentina ou inexplicável
  • Grave perda de apetite
  • Aumento do apetite ou micção
  • Constipação, diarreia ou vômito
  • Cansando muito rapidamente
  • Tosse ou respiração ofegante excessiva
  • Dificuldade em se levantar da posição sentada

Se você notar um ou mais desses sintomas, visite seu veterinário imediatamente. São sinais de doenças mais graves que requerem atenção médica profissional.


Como cuidar de um pug mais velho

A velhice não precisa ser só desgraça e tristeza. Existem muitas maneiras de ajudar seu amigo peludo a viver sua velhice de maneira saudável e feliz. Ao oferecer a eles muita companhia e carinho, seu cão ficará o mais confortável possível.

Então, o que podemos fazer para tornar a vida melhor para nossos Pugs idosos?

Como cuidar de um Pug velho? Cuidados com Pug idoso 11

1. Dieta

Um cão mais velho tem requisitos nutricionais muito diferentes dos de um filhote. Níveis de atividade reduzidos significam que eles precisarão de menos calorias do que os mais jovens. Devido ao seu metabolismo lento, não alterar a dieta de um Pug idoso é uma receita para a obesidade.

Em geral, os idosos precisam de uma dieta rica em fibras e baixa em calorias. Isso irá melhorar a saúde gastrointestinal e evitar a obesidade. Recomendamos consultar o seu veterinário para saber o peso ideal do seu cão.

Juntos, vocês serão capazes de elaborar um plano de dieta ideal para o seu Pug sênior com base em quaisquer necessidades de saúde pré-existentes.

Com a aprovação do seu veterinário, há muitas coisas que você pode fazer em casa para melhorar a dieta do seu Pug, desde ração para idosos até suplementos. Vamos dar uma olhada.

Opções de ração para cães

À medida que seu cão envelhece, faça a transição para a variedade sênior de sua marca de comida favorita. Eles conterão uma combinação única de vitaminas e minerais adequada para Pugs veteranos. Atenha-se a guloseimas com baixo teor de sódio e baixo teor de gordura e certifique-se de oferecer bastante água.

Preparo da comida

Os pugs idosos podem perder o apetite. Para tornar a comida mais atraente (e mais fácil de comer), tente aquecê-la. Procure uma consistência macia e evite guloseimas artificiais ou duras que podem danificar os dentes mais velhos. Frutas congeladas são um ótimo exemplo de tratamento nutritivo e hidratante.

Suplementos

Peça ao seu veterinário para recomendar alguns suplementos, especialmente se o seu Pug sênior estiver sentindo dores nas articulações. Os suplementos típicos incluem Glicerina para a saúde dos olhos, Bromelaína para a digestão e Vitamina B-12 para apoiar a energia e o metabolismo.

2. Exercício

Pugs idosos ainda precisam de exercícios para se manterem saudáveis. O exercício previne a obesidade e mantém os Pugs mentalmente estimulados. Mas certifique-se de mudar sua rotina. Cada Pug é diferente, portanto, seja observador e certifique-se de que o seu Pug não esteja sofrendo de esforço excessivo.

Evite exercitar seu Pug com o estômago cheio. Procure fazer duas caminhadas curtas de cerca de 20 minutos, duas vezes por dia, antes das refeições. Outras formas de exercício incluem buscar, subir e descer escadas, rampas e brincadeiras. Lembre-se de que mesmo os Pugs jovens não precisam de exercícios extenuantes.

3. Mobilidade

Conforme o seu Pug envelhece, ele começa a desejar conforto. É provável que o seu Pug veterano comece a ter mobilidade reduzida.

As articulações doloridas e a rigidez tornam a vida um pouco mais difícil para os idosos. Mas existem coisas que podemos fazer para ajudar nossos preciosos animais de estimação.

Existem muitos produtos no mercado que tornam a vida um pouco mais confortável.

  • Colchões ortopédicos para alinhamento esquelético
  • Tapetes antiderrapantes para evitar tensão muscular
  • Pee-pensos para incontinência
  • Esteiras de resfriamento para regulação de temperatura
  • Escadas de cachorro para ajudar os Pugs a chegarem ao sofá

4. Higiene

Dentes, cabelo, pele e unhas. Esse é o nome do jogo quando se trata de higiene Pug. Escovar os dentes do seu Pug regularmente é uma boa prática, mesmo com filhotes mais novos.

Dental

A higiene dental evita doenças gengivais, reduzindo o acúmulo de bactérias e a inflamação dolorosa das gengivas. Casos graves de doenças dentárias podem até levar a danos aos órgãos com risco de vida.

Para manter a boca do seu Pug saudável, não espere até que ele esteja geriátrico. Escove os dentes todos os dias e programe a escovação veterinária regular. Ofereça mastigações dentais ao seu Pug, mas esteja atento para sinais de gengivas doloridas que podem precisar de atenção veterinária.

Banhos

O banho do seu Pug remove o excesso de oleosidade e hidrata a pele. Certifique-se de usar água morna para manter o seu Pug mais velho confortável durante o banho.

Este também é um ótimo momento para dar uma olhada neles e verificar se há inchaços ou inchaços inesperados que possam precisar de mais atenção do veterinário.

Banho e tosa em Pug

Dar ao seu Pug uma sessão diária de higiene evita pulgas e é uma experiência de ligação para você e seu animal de estimação. Seu Pug sênior vai adorar a atenção.

À medida que seu Pug envelhece, menos exercícios significa que suas unhas não se desgastam tão rapidamente quanto antes. Você precisará aparar as unhas com mais frequência para mantê-las confortáveis. É aconselhável pelo menos uma vez a cada três semanas.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco! Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é das 8h às 20h de seg. a sex. e das 9h às 14h aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta


FAQ de Pugs Sênior

1. Terei que fazer eutanásia meu Pug sênior?

Não necessariamente. Alguns cães vivem confortavelmente até a velhice. No entanto, se o seu Pug mostrar sinais de grave desconforto ou sofrimento, pode chegar um momento em que a eutanásia será a opção mais ética. Esta nunca é uma decisão fácil de tomar e aconselhamos que você tenha uma conversa séria com um veterinário de confiança, que pode definir todas as opções para você.

2. Devo castrar / esterilizar meu cão sênior?

Esterilizar ou castrar um Pug sênior é algo para discutir com seu veterinário. Os benefícios incluem diminuição do risco de câncer (especialmente quando feito em filhotes), mas os riscos para cães mais velhos são bastante elevados. Cães mais velhos são menos resistentes à anestesia, portanto qualquer cirurgia é desaconselhável, a menos que seja absolutamente necessária.


Aposentadoria de Pug

Seu Pug chegou à aposentadoria. Cuidar dos Pugs mais velhos é um momento de muitos abraços, amor e carinho. Seu Pug sênior precisará de um pouco de ajuda extra, mas armado com o conhecimento certo, é perfeitamente possível manter seu cãozinho saudável e feliz à medida que envelhece.