• A pancreatite em cães ocorre quando o pâncreas fica inflamado e irritado.
  • Os sintomas mais comuns incluem vômitos, dor na barriga e diminuição do apetite.
  • O tratamento inclui cuidados de suporte imediatos e agressivos, hospitalização, fluidos intravenosos, medicamentos anti-náusea, analgésicos e dieta com baixo teor de gordura.
  • Você pode reduzir o risco de pancreatite canina, evitando alimentar quaisquer alimentos ricos em gordura, incluindo comida humana e restos de comida.

Sinais e sintomas

A pancreatite em cães é uma condição em que o pâncreas, o órgão que libera enzimas digestivas, fica inflamado e irritado. Se o seu cão de repente começou a vomitar excessivamente, isso pode ser um sinal de que seu cão tem pancreatite. Converse com nossa equipe de veterinários em Santo André para marcar uma consulta.

Estes são os sinais mais comuns incluem:

O que causa a pancreatite canina?

Às vezes, pode ocorrer sem motivo aparente, enquanto outras vezes há um culpado subjacente. Mais comumente, a pancreatite é causada por uma dieta rica em gordura. Isso pode incluir se o seu cão entrar no lixo e comer muitos alimentos muito gordurosos.

AKC sugere que algumas das causas mais comuns de pancreatite incluem:

  • Uma dieta rica em gordura
  • indiscrição alimentar
  • Diabetes
  • Medicamentos
  • Predisposição genética
  • Problemas endócrinos

Quais alimentos podem causar pancreatite em cães?

Qualquer alimento que seja extremamente rico em gordura pode desencadear a condição dolorosa. A comida humana pode ser potencialmente perigosa para os cães porque grande parte da comida humana contém níveis muito elevados de gordura. Eu não recomendo dar ao seu cão restos de comida porque isso pode aumentar o risco de pancreatite.

Não dê restos de mesa ao seu cão durante as férias

Além disso, nas festas de fim de ano, não dê sobras ou restos de comida ao seu cão, pois isso pode desencadear um episódio de pancreatite. Além disso, certos alimentos também podem ser tóxicos para os cães .

Diferença entre pancreatite aguda e crônica

Aguda significa início súbito e curto, então a pancreatite aguda começa repentinamente e muitas vezes sem aviso prévio. Cães com pancreatite aguda apresentarão sintomas graves quando pareciam normais momentos antes. Crônica significa uma longa duração, então a pancreatite crônica geralmente ocorre quando os sintomas da pancreatite aumentam e diminuem durante um longo período de tempo. Alguns cães podem desenvolver pancreatite crônica após um episódio inicial de pancreatite aguda.

Pancreatite em cães: sintomas e tratamento

Diagnóstico de pancreatite

Seu veterinário diagnosticará seu cão com pancreatite com base no histórico, exame físico e alguns testes de diagnóstico. Seu veterinário desejará descartar quaisquer condições cirúrgicas que possam estar causando o vômito, então eles provavelmente recomendarão raios-x e exames de sangue. Seu veterinário pode realizar um teste de pancreatite que pode ajudar a diagnosticar um caso de pancreatite. Além disso, seu veterinário pode querer fazer um ultrassom na barriga do seu cão para ver se há alguma evidência de pancreatite.

Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco! Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é das 8h às 20h de seg. a sex. e das 9h às 14h aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

Tratamento

Depois que seu veterinário diagnosticar seu cão com pancreatite aguda, ele provavelmente recomendará hospitalização e cuidados de suporte. A pancreatite é uma condição extrema que requer tratamento precoce e agressivo para os melhores resultados. Cães com pancreatite geralmente são tratados com uma dieta com baixo teor de gordura, analgésicos, antieméticos e suporte de fluido IV.

Cães com pancreatite geralmente são muito dolorosos, então seu veterinário irá prescrever medicamentos para aliviar a dor. Os antieméticos são usados ​​para diminuir o nível de vômito que seu cão está experimentando. O suporte de fluido IV é particularmente importante para cães com pancreatite para mantê-los hidratados, pois o vômito excessivo pode levar rapidamente à desidratação e choque se não for tratado.

Dieta para pancreatite canina

Seu veterinário irá colocar seu cão em uma dieta extremamente baixa em gordura. Esta dieta ajuda a diminuir a pressão sobre o pâncreas porque é muito facilmente digerível. A gordura estimula o pâncreas, então as dietas para cães com pancreatite são pobres em gordura. Seu veterinário pode recomendar que você mantenha seu cão em uma dieta com baixo teor de gordura a longo prazo.

Tempo de recuperação

O tempo de recuperação da pancreatite é variável, dependendo da gravidade do caso do seu cão. Para casos mais leves de pancreatite, seu cão precisará ser hospitalizado para tratamento agressivo por 2-4 dias. Depois disso, seu cão receberá alta com medicamentos e alimentos com baixo teor de gordura, e provavelmente levará de 1 a 2 semanas para que seu cão se recupere completamente. Para cães com casos moderados a graves, a hospitalização pode durar 1-2 semanas.

O prognóstico

O prognóstico para cães com formas leves de pancreatite é muito bom se tratado agressivamente rapidamente. Para cães com casos graves de pancreatite, o prognóstico torna-se reservado. A chave é o atendimento veterinário precoce e agressivo. Se um cão com pancreatite não for tratado, o prognóstico pode rapidamente se tornar ruim porque seu cão provavelmente ficará extremamente desidratado e entrará em choque.

Os cães podem sobreviver à pancreatite?

A maioria dos cães com pancreatite leve sobreviverá se levado ao veterinário cedo para tratamento agressivo. Alguns cães correm o risco de morrer de pancreatite se o tratamento for atrasado ou se o seu cão tiver uma forma muito grave de pancreatite.

Como confortar um cão com pancreatite

Depois que seu animal de estimação tiver alta do hospital, você vai querer mantê-lo bem e calmo. Forneça a eles uma cama de cachorro calmante e macia para se deitar para um local de recuperação. Dê-lhes muito amor e siga as instruções do seu veterinário para medicação e alimentação. Mais comumente, seu veterinário pedirá que você alimente pequenas refeições frequentes de comida de cachorro com baixo teor de gordura. Permita que seu cão descanse, recarregue, durma bastante e evite qualquer atividade extenuante nas próximas semanas.

Pancreatite em cães: sintomas e tratamento

Prevenção da pancreatite

Se o seu cão teve pancreatite uma vez antes, seu veterinário pode recomendar uma dieta com baixo teor de gordura para o resto da vida do seu cão para evitar futuros episódios de pancreatite. Minha principal recomendação para prevenir a pancreatite é evitar a alimentação com alimentos ricos em gordura. Não alimente qualquer pessoa com alimentos porque esses alimentos podem conter níveis muito altos de gordura.

Um hambúrguer ou uma pequena batata frita pode desencadear um episódio em cães. É importante evitar alimentar os restos da mesa e manter a lixeira fora do alcance do seu cão. Muitos episódios começam com um cachorro se aventurando no lixo quando você não está em casa.