Anemia é uma condição que afeta o sangue de um cão. Quando os glóbulos vermelhos ou a hemoglobina diminuem dentro de um cão, ele é diagnosticado com anemia, mas é resultado de uma doença, trauma ou outra condição, e não uma doença em si. Na clínica veterinária em Santo André, tratamos frequentemente de cachorros com anemia e nossa equipe de veterinários está capacitada para atender estas doenças.

Um cão que tem anemia o desenvolveu por causa de algo sério acontecendo dentro de seu corpo, por isso é importante que o dono do animal entenda o que isso significa quando um cão tem essa condição.

O que é anemia em cães?

Os glóbulos vermelhos, ou glóbulos vermelhos, são componentes do sangue e são produzidos na medula óssea de um cão. A hemoglobina, frequentemente abreviada como Hbg ou Hb, é uma proteína encontrada nas células vermelhas do sangue, responsável pelo transporte de oxigênio por todo o corpo. Também torna os glóbulos vermelhos vermelhos. Se houver falta de glóbulos vermelhos ou hemoglobina dentro dos glóbulos vermelhos, ocorre anemia.

Sinais de anemia em cães

  • Fraqueza
  • Problemas respiratórios
  • Membranas mucosas pálidas
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Pneus facilmente
  • Sangue na urina, fezes ou vômitos
  • Nariz sangrento

Como os glóbulos vermelhos e a hemoglobina fornecem oxigênio para o resto do corpo de um cão, uma diminuição de um ou de ambos os itens pode causar uma diminuição de oxigênio em vários tecidos e células. Se não for fornecido oxigênio suficiente aos tecidos, um cão pode ter problemas para respirar, cansar-se mais facilmente, não querer comer e ficar fraco. É difícil para um cão ter energia se não tiver oxigênio suficiente em suas células. A frequência cardíaca de um cão também pode aumentar à medida que seu corpo tenta compensar a falta de oxigênio disponível, bombeando sangue pelo corpo mais rapidamente.

Membranas mucosas pálidas, como gengivas e áreas genitais, são resultado da falta de glóbulos vermelhos ou hemoglobina. Se esses itens não forem predominantes no corpo, as membranas mucosas parecerão mais pálidas do que o habitual ou até brancas em condições anêmicas graves. Os cães normalmente devem ter membranas mucosas rosa chiclete, não rosa pálido ou branco. A cor da membrana mucosa é muito fácil de monitorar em casa.

Anemia em cachorros: sintomas e tratamento 1

Finalmente, o sangue pode ser visto fora do corpo do seu cão se ele tiver anemia. Às vezes, ocorre sangramento e é notado na urina ou nas fezes. Alguns cães podem até começar a vomitar sangue ou ter o nariz sangrando. Esses sinais de sangramento podem ser indicações de que seu cão tem anemia ou pode potencialmente desenvolver anemia.

Causas de anemia em cães

A anemia pode ser causada por problemas de saúde que causam perda de sangue, quebra de glóbulos vermelhos ou diminuição da produção de glóbulos vermelhos na medula óssea. Existem várias doenças ou condições diferentes que podem causar essas coisas em um cão.

  • Trauma: A perda severa de sangue ocorre com mais freqüência quando há trauma que resulta em sangramento excessivo. Às vezes, esse trauma é resultado de um procedimento cirúrgico e, outras vezes, devido a uma lesão. O sangramento pode vir de um órgão interno ou de uma ferida na pele que pode causar anemia.
  • Parasitas: parasitas sanguíneos, intestinais e externos podem causar perda de sangue em um cão e, portanto, causar anemia. Babesia é um parasita no sangue que causa hemólise ou quebra de glóbulos vermelhos. Parasitas intestinais, como ancilóstomos, podem causar anemia devido ao dano causado no trato intestinal e parasitas externos sugadores de sangue, como pulgas e carrapatos, também podem causar anemia se as infestações forem ruins o suficiente. Saiba mais sobre verminose.
  • Tumores hemorrágicos: alguns cães têm tumores que começam a sangrar. Se o sangramento não for interrompido, pode causar anemia.
  • Problemas de coagulação do sangue: Distúrbios que afetam a capacidade de um cão coagular seu próprio sangue quando necessário podem resultar em anemia se um vaso sanguíneo estiver danificado. A doença de Von Willebrand é uma condição que pode causar problemas de coagulação do sangue e, portanto, anemia se ocorrer um sangramento descontrolado.
  • Doenças autoimunes: Doenças que afetam o sistema imunológico de um cão podem resultar em anemia. Uma dessas doenças do sistema imunológico é chamada anemia hemolítica imunomediada. Esta doença faz com que um cão produza anticorpos que atacam seus próprios glóbulos vermelhos.
  • Toxinas: Alguns alimentos, medicamentos e produtos químicos podem causar problemas com a coagulação do sangue e nos glóbulos vermelhos. Cebola, alho, quimioterapia e vários rodenticidas também podem causar anemia em cães.
  • Câncer: Infelizmente, o câncer pode causar uma variedade de problemas secundários em cães, incluindo anemia. Saiba mais com especialista em tratamento de câncer e tumores em cachorros em São Paulo.
  • Má nutrição: a maioria dos cães segue uma dieta equilibrada, formulada para sua doença ou estágio de vida específico. Mas alguns cães são tão desnutridos que desenvolvem anemia como resultado da supressão da medula óssea.
  • Doenças crônicas: Vários tipos diferentes de doenças crônicas podem causar anemia. Doenças do fígado, rins e uma infecção por Ehrlichia são algumas dessas condições crônicas comuns. Essas doenças fazem com que o corpo produza menos medula óssea e, portanto, menos glóbulos vermelhos também.
  • Hipotireoidismo: O hipotireoidismo em cães, quando não tratado, não tratado pode causar anemia leve. Consulte o tratamento endócrino para cachorros e gatos.

Diagnóstico de anemia em cães

Trinta e cinco a 55% do sangue de um cão é constituído por glóbulos vermelhos. Essa porcentagem pode ser monitorada através da realização de um teste para verificar o volume celular compactado (PCV) ou hematócrito (HCT). Este teste envolve a coleta de uma amostra de sangue e pode ser facilmente realizado pelo seu veterinário. Geralmente faz parte da triagem de sangue de rotina e, se a porcentagem cair abaixo de 35%, um cão é geralmente considerado anêmico. O seu veterinário também realizará um exame físico e outros testes para determinar a causa da anemia.

Tratamento da anemia em cães

Como a anemia é o resultado de uma doença ou condição que afeta os glóbulos vermelhos ou a hemoglobina no sangue de um cão, o problema subjacente precisa ser tratado para corrigir a anemia. Isso pode significar cirurgia, medicamentos, suporte nutricional ou outros modos de tratamento para o problema específico que afeta o cão. Cuidados agudos e de suporte também podem ser necessários e indicam a necessidade de uma transfusão de sangue.

A anemia pode ser fatal se não for tratada. Se você suspeitar que seu cão tem anemia, consulte o seu veterinário o mais rápido possível.

Como prevenir a anemia em cães

Como a anemia pode ser causada por uma variedade de coisas diferentes, às vezes não há como realmente impedir que ela ocorra. O gerenciamento de doenças e condições que causam anemia costuma ser a melhor coisa que você pode fazer para ajudar a impedir o desenvolvimento da anemia. 

Além disso, alimentar uma dieta equilibrada, usar preventivos regulares de parasitas, fazer o possível para evitar lesões que possam causar sangramento excessivo e consultar regularmente o veterinário para exames físicos e triagem de sangue podem ajudar a diminuir a probabilidade de anemia se desenvolver em seu cão.