Embora seja difícil definir uma causa específica de alergia para um Pug, existem três categorias nas quais as alergias podem se enquadrar. Na maioria dos casos, as alergias podem ser tratadas com eficácia assim que a raiz for encontrada.

  1. Comida: inclui qualquer coisa na dieta de uma refeição ou guloseimas de um Pug. Na maioria das vezes, o aditivo na comida de cachorro é a causa do alérgeno.
  2. Aerotransportados: os alérgenos que estão neste grupo são sazonais ou inalados, independentemente do fato, podem ocorrer durante todo o ano.
  3. Contato: Inclui qualquer coisa com a qual o Pug possa entrar em contato. Os culpados mais comuns são certos brinquedos, tecidos e tigelas de plástico.

As alergias são uma grande preocupação para todos os proprietários de Pug. Infelizmente, as alergias ao Pug podem ser causadas por várias coisas ao alcance do seu cão e que podem parecer inofensivas.

Alergias na raça Pug: como identificar, tratar e prevenir 1

Sintomas de Pug com alergia

Embora um, alguns ou todos eles possam se aplicar ao seu Pug, esta é uma raça braquicefálica com tendência a problemas de pele; por isso, muitos Pugs apresentam pelo menos um sintoma respiratório e / ou pelo menos um problema cutâneo.

As possíveis reações alérgicas observadas com Pugs incluem:

  • Problemas respiratórios – tosse, respiração ofegante, espirros, aumento do ronco, dificuldade para respirar e / ou congestão
  • Secreção nasal
  • Secreção ocular ou remela nos olhos
  • Olhos vermelhos
  • Olhos inchados ou rosto
  • Aumento de infecções de ouvido
  • Problemas de pele – coceira, erupção cutânea, pele irritada, feridas na pele, pontos quentes e / ou pêlo ralo. Observe que a coceira pode ter acabado ou ser aparente apenas em certas áreas, como as patas.
  • Comportamento em resposta à coceira – Lambendo ou mastigando as patas ou outras áreas que coçam, esfregando o corpo contra superfícies e / ou coçando as orelhas.
  • Desconforto estomacal – Náusea, diarreia , vômito e / ou estômago embrulhado
Veterinária em Santo André, SP

Médica veterinária em Santo André, SP

Se a avaliação veterinária do seu cachorro não está em dia ou você tem dúvida sobre a saúde do seu cachorro já que ele parece muito ofegante, fale conosco!

Trabalhamos com especialistas em Endocrinologia, Oftalmologia, Oncologia veterinária. Atendemos todas as cidades da região metropolitana de São Paulo, nosso horário é flexível, das 9h às 21h durante a semana e das 9h às 17 aos sábados!

Fale conosco para marcar uma consulta

Causas comuns de alergias em Pug

Embora possa haver casos graves de alergia, a maioria é leve e pode ser prevenida ou diagnosticada precocemente com as informações corretas. Neste artigo, veremos as causas comuns das alergias ao Pug, seus sintomas e como evitá-los.

Alergias a comida

A comida é a causa mais comum de alergia em Pugs. Seu cão pode ser afetado por certos elementos de sua dieta. Na maioria das vezes, os aditivos alimentares para cães são os culpados. Estes podem incluir aromatizantes artificiais, corantes alimentares e conservantes sintéticos encontrados na maioria das refeições para cães compradas em lojas. Seu Pug também pode ser afetado por cargas como trigo, soja, milho e até grãos.

Leite, ovos e certas proteínas também podem afetar os Pugs. Os cães geralmente têm uma alta intolerância aos produtos lácteos. Seus sistemas digestivos não estão equipados para lidar adequadamente com produtos lácteos. Isso pode causar flatulência, vômito e diarreia.

Alérgenos transportados pelo ar

Esses são alérgenos que podem ser inalados. Os alérgenos mais comuns transportados pelo ar são os ácaros e seus excrementos. Existem, no entanto, outros alérgenos transportados pelo ar, como pólen, ervas daninhas e até mesmo certos tipos de grama. Partículas finas de pesticidas, perfumes e purificadores de ar também são uma causa provável de alergia ao seu Pug. Isso pode causar problemas respiratórios e problemas nos olhos do Pug.

Contato

Seu Pug também pode desenvolver alergias como resultado do contato com diferentes coisas em seu ambiente que podem parecer inofensivas. São coisas como brinquedos, tigelas de tecido e plástico.

Sintomas de alergias em Pug

Kethye Priscila Ortêncio, veterinária em Santo André

Especialista em Oftalmologia Veterinária

Veterinária Kethye Priscila Ortencio (CRMV 25832)

A nossa veterinária especialista em Oftalmologia Veterinária é formada pela UNESP, teom Mestrado em Cirurgia Veterinária com ênfase em Oftalmologia. Kethye pode ajudar a saúde do seu pet. Entre em contato.

Coçar orelha

Se o seu pug coçar as orelhas constantemente, ele pode ter uma infecção no ouvido causada por uma alergia. Coçar a orelha pode parecer um hábito canino normal, mas sempre há um motivo subjacente se persistir. Também pode haver um resíduo fedorento no ouvido. As infecções por fungos também podem ser causadas por alergias.

Lambendo a pata

Este é o sintoma mais despercebido, pois pode parecer que seu pug está se limpando. Quando o seu amigo peludo lambe a pata, isso significa que está com coceira. Dependendo da gravidade da coceira, a lambida pode ser ocasional ou até mesmo extrema. Às vezes, pode causar mordidas, o que é perigoso. É prudente verificar entre as almofadas das patas sempre que notar esse comportamento. Verifique se há distorções na cor da pele, acúmulo de umidade e quebras na pele. Normalmente, são infecções bacterianas causadas por alérgenos.

Arranhões e mordidas gerais do corpo

Sempre que seu pug parecer se coçar ou se morder, é uma indicação geral de desconforto. Coçar excessivamente pode causar rachaduras na pele e causar infecções. Se você notar pontos vermelhos ao redor das pernas, pescoço, queixo e cauda, ​​seu cão pode estar sofrendo de alergia. Os pontos de acesso podem se espalhar rapidamente e se tornar graves se não forem tratados.

Esfregar o rosto

Às vezes, podem ocorrer irritações na pele nas dobras do rosto de um Pug. Isso fará com que seu cão esfregue o rosto com as patas ou mesmo esfregue no carpete, nos móveis e nas paredes. Uma coceira no rosto pode valer uma visita ao veterinário.

Tossindo e espirrando

Isso geralmente é causado por alérgenos transportados pelo ar e pode ser muito grave se não for controlado. Requer atenção médica se persistir.

Resposta Gastrointestinal

Os alérgenos alimentares podem causar diarreia, vômitos e flatulência extrema. Se o seu Pug não conseguir digerir a refeição, pode ficar desidratado ou desenvolver pancreatite ou outras condições médicas graves.

Como tratar alergias em Pug

  • Livre-se de pratos e brinquedos de plástico.
  • Limpe seu cão com uma toalha molhada sempre que ele entrar em casa. É fácil para eles contrair alérgenos quando brincam ao ar livre. 
  • O acúmulo de alguns alérgenos na pele pode desencadear uma reação alérgica.
  • Trate os pontos vermelhos com loções, sprays ou shampoos anti-alérgicos.
  • Aspire a casa regularmente. Isso pode eliminar alérgenos, como ácaros.
  • Aplique cera de pata de qualidade semanalmente.

Apuradas habilidades de observação, higiene adequada e alguns hábitos simples podem ajudar muito a garantir a saúde do seu Pug e podem evitar que você vá constantemente ao veterinário.

Prevenir alergias em Pugs

Aqui estão algumas dicas para ajudar a garantir que as alergias nunca se tornem um grande problema para o seu Pug novamente. Saiba os cuidados com pug.

  1. Sempre que você estiver pensando em trocar a ração ou tentar um novo petisco para o seu Pug, certifique-se de investigar cuidadosamente a comida para ter certeza de que não contém nenhum alérgeno comum. Não se deixe influenciar por nomes tentadores ou formas divertidas; é o que está dentro que realmente importa.
  2. Os cães podem crescer com ou sem alergias, portanto, um novo gatilho pode estar chegando. Fique sempre atento aos primeiros sinais e, se notar algum, reavalie todas as áreas dos alimentos, os gatilhos transportados pelo ar e os alérgenos de contato.
  3. Como um cão pode ser alérgico a mais de um elemento ou ter mais de um tipo de alergia, os problemas podem recomeçar com a mudança das estações. Por exemplo, você pode ter resolvido as alergias da primavera, mas então a ambrósia, que é predominante no outono, começa a afetar seu Pug novamente. Esteja em guarda o ano todo.
  4. Aspirar com um aspirador HEPA, usar um purificador de ar, tirar o pó com um removedor de alérgenos, limpar seu Pug com lenços de limpeza e todas as outras etapas devem ser executadas de forma consistente.
    Se passar muito tempo entre essas tarefas, as alergias podem recomeçar. Se você achar que é difícil cuidar de todas essas etapas sozinho, peça a ajuda de outros membros da família.